Você tem o controle ou está sendo controlado?

 

Caros leitores, em nossas atitudes temos apenas dois lugares: ou estamos no controle ou estamos sendo controlados, por nossos medos, traumas, emoções e inseguranças, que, às vezes, nem temos noção.

Nossa vida é como um jogo, um controla e o outro faz exatamente o que foi proposto. Controlar não quer dizer que na minha casa eu quem mando, no meu grupo de amigos eu quem decido tudo, quando minha família se reúne a última palavra é minha... Se alguém apronta comigo, minha resposta é imediata, não levo desaforo pra casa etc... Isso está longe, muito longe, de ser controle…

Então, o que é ter o controle? Ter controle é não permitir que a atitude do outro tire suas razões, seu sossego, seu controle emocional, não faz você sair gritando e dizendo o que pensa da outra pessoa. Ter controle é, literalmente, controlar suas emoções e não deixar que o outro assuma o controle da sua vida te irritando, te tirando do sério. Ter o controle é aceitar tudo que as pessoas fazem comigo? Não. Mas, às vezes, o problema não está no outro, mas em nós mesmos. Entenda que atrás de cada pessoa existe uma história e que você não é obrigado a conviver com ela. Podemos fazer nossas escolhas, mas então vamos encontrar pessoas perfeitas? Não, porque nós também não somos, porém dá pra não deixar elas pegarem o controle das nossas emoções. É preciso nos conhecer e descobrir se o problema está no outro ou em nós mesmos... 

Você já assistiu ao filme Hancock? É um filme de super herói, só que ele só fica bêbado (traumas, insegurança, solidão, abandono) e destrói muitas coisas... mas se alguém o chama de otário, ele não consegue segurar as pontas e perde totalmente o controle. Sua ex-esposa também não pode ser chamada de louca, porque ela também perde totalmente o controle.A pergunta de hoje é: o que te faz perder o controle? Qual palavra ou atitude você sai de si e passa o controle para os outros? Reflita sobre isso e vire o jogo. Se você achava que gritar, xingar e o outro calar era sinal de estar no controle,se enganou. Aliás, a pessoa grita porque ela não tem mais argumentos, para abafar a outra pessoa, pois não consegue controlar suas emoções. Ela pensa que conseguiu, quando na verdade mostrou só seu ponto fraco para os outros. E, dependendo de onde fizer, está mostrando sangue para tubarão e isso não é nada bom.

Estar no controle é saber onde quer chegar, é saber como você funciona, é pensar naqueles momentos de mais dor e ressignificar para não perder o controle; é entender que aquilo já passou e você não deve deixar que tome a direção da sua vida. 

Uma pessoa extremamente ciumenta não controla sua insegurança, tem traumas por trás. Uma pessoa que mente não controla seu medo de que o outro possa aceitar a verdade.               

Uma pessoa que não sabe dizer 'não' é incapaz de controlar seu medo de ser rejeitado. Uma pessoa que bebe e fuma para estar com seus amigos não controla seu medo de ficar sozinho. Uma pessoa que tem insônia não controla suas preocupações com suas atitudes que fez que não dá mais pra voltar ou com seu amanhã (ansiedade). 

Uma pessoa que grita não controla suas emoções que seus argumentos acabaram. Uma pessoa que não tenta, não controla suas emoções porque acredita não ser capaz. Uma pessoa que não busca seus objetivos não controla o medo de fracasso. Uma pessoa que tem vícios ela não controla seus traumas e o faz para esquecer. Uma pessoa que é violenta não tem controle sobre seus maiores medos,decepções, inseguranças e traumas.                                                                                                                                                              

Têm pessoas que não controlam o medo do que as outras pessoas vão falar dela, sentimento que não conseguem, que não podem, que são feias, burras, que aquilo não é pra ela, que não podem, não dão conta, que o outro é melhor, que nunca será promovido, que aquela pessoa não a ama, que se não fizer isso o outro vai abandonar, que se não fizer isso o outro vai trair, etc.

Sabe aquilo que mais te incomoda, e você quer esquecer? Infelizmente, é ali que está o controle da sua vida. Você está sendo controlado por aquilo que mais te causa dor. E, por você não querer mexer nisso, cada dia mais você dá mais poder para aquilo que pode ser ressignificado na sua vida e não ter nunca mais o controle.

Se algo dessa coluna fez sentido e fez você refletir, não permita mais que seus maiores traumas tenham o controle da sua vida. Busque autoconhecimento e assuma o controle da sua história. Você pode ter uma vida extraordinária, mas você precisa buscar ela....

 

Karina Andrade

Mentora - Coach

@karinaandradementora

(37) 9.9153-0010

Comentários
×