Vereadores gastaram R$ 98 mil a menos do que a legislatura passada

Números são do primeiro ano de mandato de ambos; diferença de valores é de 84%

 

 

Bruno Bueno

A matéria veiculada pelo Agora sobre os gastos de gabinetes dos vereadores gerou enorme repercussão nas últimas 24 horas. Por meio de um extenso levantamento dos dados disponibilizados pela Câmara Municipal de Divinópolis (CMD), a reportagem trouxe o ranking dos parlamentares que mais utilizam dinheiro público em despesas internas nos primeiros dez meses do ano.

O valor de R$ 19.186,15 assustou várias pessoas. Algumas, inclusive, questionaram se o número é considerado alto ou baixo. A fim de comparação, a reportagem recebeu, na tarde de ontem, um comparativo dos gastos dos vereadores em outras legislaturas. Os dados levantados pela equipe de comunicação da CMD mostram que os parlamentares deste ano gastaram 84% menos do que nas legislaturas passadas em seus primeiros mandatos.

 

2013 x 2017 x 2021

Em 2013, por exemplo, os vereadores daquela legislatura gastaram, no primeiro ano de mandato, R$ 124.092,42. Naquela época, Hilton de Aguiar (MDB), Rodyson do Zé Milton (PV), Eduardo Print Júnior (PSDB) e Rodrigo Kaboja (PSD) já faziam parte da Câmara.

O levantamento da Câmara mostra que no ano de 2017 o valor foi de R$ 117.143,36. Rodyson, Kaboja e Print também faziam parte daquela legislatura. Além deles, Josafá Anderson (CDN), Roger Viegas (Republicanos) e Ademir Silva (MDB), reeleitos em 2021, figuram entre os parlamentares daquela época.

 

Veja o ranking de gastos dos vereadores (por mês) em 2013:

  • Janeiro = R$ 4.609,03;
  • Fevereiro = R$ 6.024,30;
  • Março = R$ 13.320,93;
  • Abril = R$ 13.970,48;
  • Maio = R$ 13.738,56;
  • Junho = R$ 12.302,88; 
  • Julho = R$ 13.313,01;
  • Agosto = R$ 15.047,76;
  • Setembro = R$ 14.680,12;
  • Outubro = R$ 17.085,35;
  • Total = R$ 124.092,42.

 

Veja o ranking de gastos dos vereadores (por mês) em 2017:

  • Janeiro = R$ 9.570,90;
  • Fevereiro = R$ 12.786,08;
  • Março = R$ 13.879,62;
  • Abril = R$ 10.717,65;
  • Maio =  R$ 13.237,70;
  • Junho = R$ 12.638,71;
  • Julho = R$ 11.200,97;
  • Agosto = R$ 11.489,73;
  • Setembro = R$10.120,74;
  • Outubro = R$ 11.501,26;
  • Total = R$ 117.143,36.

 

Veja o ranking de gastos dos vereadores (por edil) em 2021:

  • Ademir Silva = R$ 1.203,55;
  • Ana Paula do Quintino = R$ 621,33;
  • Diego Espino = R$ 4.097,43;
  • Edsom Sousa = R$ 1.428,22;
  • Eduardo Azevedo = R$ 737,43;
  • Eduardo Print = R$ 266,83;
  • Flávio Marra = R$ 1.348,86;
  • Hilton de Aguiar = R$ 235,54;
  • Israel da Farmácia = R$ 1.553,01;
  • Josafá Anderson = R$ 1.683,83;
  • Lohanna França = R$ 978,17;
  • Ney Burguer = R$ 199,01;
  • Rodrigo Kaboja = R$ 311,06;
  • Rodyson do Zé Milton = R$ 1.500,83;
  • Roger Viegas = R$ 0;
  • Wesley Jarbas= R$ 1.535,06;
  • Zé Braz = R$ 1.485;
  • Total = R$ 19.186,15.

 

Números

O presidente da Câmara, vereador Eduardo Print Júnior (PSDB), disse que o número deve ser comemorado pelo Legislativo e apreciado pela população.

— Os números mostram o quanto trabalhamos mais e gastamos menos. Foi um ano de exemplo, um ano excelente, que mostrou austeridade, competência e economia. Graças à nossa Mesa Diretora e aos colegas vereadores, hoje somos a Câmara que menos gastou na história e que mais fez proposições em menos de um ano. Só temos a agradecer a colaboração de todos — destacou.

 

Quais são os gastos?

Os gastos dos gabinetes são divididos em quatro pontos e relatados mensalmente para o sistema da Câmara de Divinópolis. O primeiro diz respeito a materiais de consumo, como produtos de escritório, cartuchos para impressora, papéis timbrados, canetas, marca-textos etc.

Postagens, como selos e materiais impressos, também entram na lista. O custo de telefonia fixa, que varia para cada vereador dependendo do consumo, diárias em hotéis e viagens para outras cidades também fazem parte dos custos. Vale ressaltar que o vereador pode  utilizar do seu próprio dinheiro para comprar os produtos.

 

Como verificar?

Os gastos de cada gabinete estão disponíveis na Câmara de Divinópolis. Para ter acesso, basta entrar no site oficial da CMD (www.divinopolis.mg.leg.br) e, na aba lateral esquerda, clicar na opção “Gastos com Gabinetes”. Depois, é só selecionar o ano, vereador e o mês que deseja visualizar.

Os números são atualizados mensalmente pelos servidores do Legislativo.

 

Comentários
×