Vereador comunica saída da vice-presidência da Câmara: “Não tenho sangue de barata”

Roger Viegas criticou, ainda, o ambiente de trabalho da Câmara e a falta de respeito na atual legislatura

 

Da Redação

O vereador Roger Viegas (Republicanos) comunicou sua saída da vice-presidência da Câmara de Divinópolis. Ele oficializou a decisão publicamente nesta terça-feira, 14, durante a reunião legislativa. Roger justificou a escolha sob a alegação de "não ter mais vontade de ocupar esse cargo". Para ele, é tempo de “canalizar energias”.

— Peço licença para sair dessa Mesa (...) para cuidar do meu mandato e para conviver o menos possível com algumas pessoas aqui nesta Casa. Não dá, estou cansado de dar um lado da cara e tomar porrada do outro. Daqui para frente, vocês vão ter, cada um, o Roger Viegas que merecem — afirmou.

Durante seu pronunciamento, o vereador criticou o ambiente de trabalho da Câmara.

— Eu não tenho sangue de barata, tem coisa que não dá. Está me enojando parte desta legislatura, principalmente as coisas que acontecem nos bastidores: perseguição, gente vigiando o mandato do outro. (...) É um ambiente desgostoso nesta Casa, como nunca se teve na história da Câmara em Divinópolis. Uma legislatura onde não tem o mínimo de respeito, de pudor; tem, sim, as exceções, mas não vou citá-las para não causar nenhum tipo de polêmica. (...) Quem é meu amigo de verdade, sabe — refletiu.

Roger também agradeceu o presidente Eduardo Print Jr (PSDB) pelo convite para integrar a Mesa Diretora e destacou as medidas econômicas adotadas para reduzir os gastos do Legislativo. 

— Muita gente se assustou com nossa junção [em referência à união entre Print e Roger na presidência e vice, respectivamente, da Mesa Diretora]. Muita gente que, inclusive, está aqui e tem inveja, pois gostaria, justamente, de estar sentado neste lugar e agora vai poder. Estou colocando esse lugar à disposição de quem quiser trabalhar, mas fiz o meu melhor — pontuou.






Comentários
×