Veja 10 dicas para vender mais na Black Friday

Estratégias foram elaboradas pela consultoria do Sebrae Minas

 

Da Redação

A Black Friday, que será realizada no próximo dia 26, está entre as datas com maior potencial de vendas para as empresas. No entanto, será que os estabelecimentos estão preparados para receber os clientes da melhor forma possível e adotar estratégias para faturar mais? É o que aponta o Sebrae Minas que, por meio de sua consultoria, elaborou 10 dicas para vender mais na Black Friday.

— A data se consolidou no calendário brasileiro como uma grande oportunidade tanto para vendedores quanto para consumidores, que estão mais dispostos a comprar e buscam promoções reais e relevantes. É por isso, que empresários e empreendedores não podem perder tempo e já devem começar os preparativos para chamar a atenção dos clientes, descobrir seus interesses de compra com listas de desejos e até mesmo antecipar algumas ofertas previstas — informou o Sebrae em nota.

Para a consultora de marketing do Sebrae Minas Alice Quadros os consumidores brasileiros se acostumaram a aguardar esse momento para conseguir comprar os itens de desejo.

— Os pequenos negócios podem se aproveitar dessa expectativa para mostrar que possuem a melhor solução para os clientes. Seja o melhor atendimento, a melhor forma de pagamento, o melhor pós-venda ou, claro, os melhores descontos. É uma ótima oportunidade para conquistar novos clientes e posteriormente fidelizá-los. Mas é importante lembrar que o diferencial ofertado tem que ser real, nada de fraude — alerta.

Veja as dicas:

1- Estabeleça o mix de produtos ofertado.

2- Negocie parcerias com fornecedores para adquirir produtos com melhores preços.

3- Aproveite para queimar itens de menor giro.

4- Defina a faixa de desconto que será oferecida para cada categoria de produtos.

5- Não crie falsas promoções ou conceda descontos irrisórios.

6- Treine a sua equipe de vendas.

7- A política de troca da loja deve ser clara e estar visível aos clientes.

8- Não deixe de levar em conta que, legalmente, o e-commerce prevê 7 dias de arrependimento após a aquisição do produto

9- Cultive boas práticas e deixe o seu cliente satisfeito.

10- Não divulgue prazos de entrega impossíveis e, se for necessário, amplie-o para não deixar de cumprir o prometido.

Comentários
×