Vacinação contra covid deve se tornar anual em 2023

Secretário espera imunizantes atualizados e mais resistentes no próximo ano

Da Redação

A vacinação contra covid-19 encontra-se na quarta dose para adultos com mais de 40 anos. O intervalo necessário é de 120 dias (quatro meses). A partir do próximo ano, no entanto, o cenário deve mudar. O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Fábio Baccheretti, afirmou nesta sexta-feira, 24, que a expectativa é de uma imunização anual, assim como acontece com a gripe. 

— Essas vacinas que a gente toma todo ano, como a da gripe, vem atualizada pelas cepas. É muito provável que, no próximo ano, em 2023, a gente tenha uma vacina atualizada com essa cepa ômicron ou de qualquer outra cepa mais recente. 

Com a “atualização”, a resposta imunológica à doença deve ser mais duradoura, não sendo necessário reforço a cada quatro meses.

— Dessa forma, as vacinas têm um tempo de resposta maior, não perde a imunidade tão rapidamente — explicou. 

A exceção pode ser os grupos mais vulneráveis, que podem receber doses extras de proteção.

— A expectativa é que a imunização seja anual, talvez em alguns grupos, com algum risco, o reforço — conclui secretário.

Comentários
×