UFSJ promove debate sobre política afirmativa de cotas

 

Começa na terça, 20 de setembro, às 20h, no auditório do Campus Santo Antônio (CSA/UFSJ), uma série de eventos para difundir e contextualizar a relevância da política afirmativa de cotas. Intitulada “Diálogos sobre racismo estrutural: vivência negra e a importância da política afirmativa de cotas raciais”, a proposta é levar palestras aos campi de São João del-Rei e proporcionar uma construção de consciência sobre o tema em conjunto com a comunidade.

A convidada do dia 20 é Vitória Régia, jornalista e roteirista. Vitória é editora assistente da Gênero e Número e editora da Revista Capitolina, trabalha há mais de seis anos com cobertura de gênero, raça e sexualidade na mídia.

O projeto envolve alunos do curso de Comunicação Social - Jornalismo da UFSJ, orientados pela professora Filomena Bonfim, em parceria com outras instâncias da instituição, como a Assessoria de Comunicação da Universidade Federal de São João del-Rei (Ascom) e a Comissão de Heteroidentificação da Universidade Federal de São João del-Rei.

— O evento constitui uma tentativa de criar um espaço de reflexão e conscientizar a população sobre essas políticas, sobre as práticas que tendem a reparar um dano causado a uma parte da população brasileira e atinge cerca de 53% cidadãos considerados brasileiros — afirma Filomena.

Segundo dados do jornal Estado de Minas, no Brasil, com a política afirmativa de cotas raciais, o número de alunos negros no ensino superior cresceu em quase 400% entre 2010 e 2019.

Além de celebrar os dez anos da consolidação das cotas, pela lei no 12.711, também conhecida como Lei de Cotas, o encontro tem como objetivo trazer informações sobre as ações afirmativas de forma acessível à comunidade, ampliando as possibilidades para os estudantes locais ingressarem na Universidade, por exemplo.

O principal intuito de uma legislação como essa, ressaltam os organizadores, é diminuir as desigualdades no meio social, em prol dos grupos socialmente vulneráveis. Os participantes poderão conversar com os especialistas e solucionar possíveis dúvidas.

Será emitido certificado de horas complementares.

O evento é aberto ao público e todos são convidados. Além disso, será transmitido pela TV UFSJ para contemplar quem só pode participar on-line.

Para mais informações, acesse www.instagram.com/dialogossobreracismo.

Comentários
×