Tsunami

João Carlos Ramos 

TSUNAMI

O famoso  terremoto de Lisboa-Portugal, ocorreu numa manhã ensolarada por volta das 9h30  do dia  1º de novembro de 1755. A devastação foi de proporções alarmantes e pegou a todos de surpresa.

A cidade foi quase toda destruída, deixando um saldo  acima de 30 mil mortos, sendo posteriormente reconstruída pelo Marquês de Pombal. O impacto foi tão grande que provocou o primeiro TSUNAMI

BRASILEIRO. Ondas enormes, inundaram até 800 metros terra adentro, causando um pânico jamais visto até então. A imprensa tem noticiado a erupção do vulcão Cumbre  Vieja, nas ilhas Canárias, durante essa semana. Tal acontecimento, provocou a soma de milhares de desabrigados e grandes  perdas materiais. Outros vulcões começam a despertar, provocando pânico e previsões catastróficas.

Uma das previsões é de um tsunami no Brasil, atingindo toda a costa brasileira, provocando danos irreparáveis. Peritos em vulcanologia não descartam tal possibilidade, enquanto futurólogos de plantão afirmam  categoricamente que tal fato sucederá. Analisando do ponto de vista profético, grandes catástrofes acontecerão, uma vez que essa civilização está chegando ao fim. Platão afirma no livro Diálogo Crítias,que havia uma civilização avançadíssima na região,onde hoje é o oceano Atlântico e  ela foi submergida por um terrível terremoto e sua glória, sepultada no caos. Era a famosa e enigmática Atlântida...  Outras literaturas fantásticas dizem que tal povo era composto pelos famosos homens azuis que dominavam a eletricidade e se teletransportavam. Os mesmos tinham coberturas de luzes que automaticamente  provocavam  a autocura. Segundo a literatura pagã, o orgulho deles provocou a ira dos deuses que, por fim, os destruiu.

Um famoso vidente norte-americano, profetizou que esta geração chegará ao fim, se afundando no oceano e  a civilização da Atlântida surgirá novamente. Analisemos o suposto tsunami brasileiro:

Uma vez acontecido, automaticamente poderá se repetir. O Brasil, do ponto de vista político e econômico, chegou no limite da razoabilidade pois constatamos que as autoridades governamentais, agem contrariamente ao amplo desenvolvimento.

Possuindo 34 partidos registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ainda possui 76 em processo de formação e oficialização. Consequentemente, os litígios  não tem fim. A presa é pequena para tão gigantescas e múltiplas  intenções. Do ponto de vista moral, atingimos níveis de degradação, outrora impensáveis. As religiões brasileiras compõem cerca de 80% da população e o restante é composta  por  ateus, gnósticos e outros   segmentos, próprios de um país continental. Obviamente podemos constatar a quantidade excessiva de adeptos nos referidos campos e mesmo assim, tudo está piorando, cada vez mais. A injustiça cavalga em alta velocidade. A disparidade entre miseráveis e afortunados é assustadora.  Deus existe e isso é fato. Ele é justo e isso também é  fato. Assim sendo, a meu ver, com tsunami ou não, nosso país será julgado, bem como o restante do mundo.

"... Na terra as nações estarão em angústia e perplexidade com o bramido e agitação do mar. Os homens desmaiarão de terror, apreensivos com o que estará sobrevindo ao mundo... Lucas 21:25-26.

[email protected]

Comentários
×