Troféu Orfeu 2022

JOÃO CARLOS RAMOS 

Troféu Orfeu 2022

"Esta é uma noite linda para morrer!'' A famosa frase foi criada pelo poeta e orador Petrônio-60 d.C. por ocasião de um grande festim nos palácios imperiais da antiga Roma.

Guardadas as devidas proporções, o mesmo pode ser dito acerca da solenidade ocorrida na noite de 17 de março do corrente ano, no Teatro Gravatá, em Divinópolis, cujo coordenador é Fernando Aparecido da Silva.

A solenidade se refere à entrega do Troféu Orfeu, criado pela Academia divinopolitana de Letras (ADL), por meio do acadêmico Augusto Ambrósio Fidélis, com a finalidade de premiar personalidades e entidades artísticas, culturais e científicas que se destacaram durante o ano em nossa cidade, contribuindo com o ideal do mundo das letras. O referido acadêmico é titular da cadeira 26, cujo patrono é o famoso escritor Malba Tahan.

O troféu foi criado em 2015 e seguiu sua trajetória de sucesso, culminando com a apoteose da sétima edição.

Houve um desencontro histórico entre o glorioso acadêmico Augusto e seu patrono, sendo que certamente haveria imenso júbilo entre os dois imortais e seus inúmeros apoiadores.

A morte é extremamente cruel, pois nos impede de assistir tais encontros. O evento foi batizado de Oscar da Região Centro-Oeste de Minas Gerais. Indubitavelmente, o sucesso foi tanto nas edições anteriores que rompeu as fronteiras da Terra do Divino. Quiçá o protetor de nossa terra venha providenciar a chegada de tal honraria a todo o território nacional e depois a Paris, capital mundial das Academias de Letras (sabemos que tudo começou lá...). O tapete vermelho foi estendido na entrada do famoso Gravatá, como um convite de paixão intensa aos ilustres convidados. Foram homenageadas 21 personalidades e entidades representativas. O mestre de cerimônias só poderia ser o jornalista e apresentador de TV Evandro Araújo, homem de extrema relevância nas camadas sociais e culturais de Divinópolis. O presidente da entidade, Flávio Ramos de Assis Pereira, com sua performance de requinte e bom gosto, apoiou em tempo integral e tudo fez para que o sucesso fosse estrondoso.

Os coadjuvantes nomeados e os agraciados foram aplaudidos por um público seleto composto por acadêmicos e familiares, líderes, empresários, artistas, intelectuais e representantes da sociedade civil organizada e entusiastas da cultura local.

O coquetel, composto de variadas delícias, também ficará na lembrança de todos. Resumidamente, podemos afirmar que a noite estava "clara como o dia", através do brilho dos olhares e dos rostos resplandecentes da plateia, dos homenageados e acadêmicos. Parabéns a todos e que venha o Troféu Orfeu 2023, com a permissão divina!

Comentários
×