Tempo de esperança

Tempo de esperança

Mais um ano chega ao fim e mais uma vez a esperança toma conta da população. É chegado o tempo de sonhar, planejar e desejar dias melhores. Sem sombra de dúvidas, 2020 e 2021 vão ficar marcados para todos que conseguiram chegar até aqui, aos “trancos e barrancos", mas chegaram. O Natal e o Ano Novo já tomam conta de todos e trazem o desejo de recomeço. É tempo de esperança, de recomeçar. E, diante do caos, do pesadelo enfrentado, um novo começo é o que o povo precisa. Novas histórias, história felizes, boas notícias. É impossível chegar até aqui sem o sentimento de gratidão. Pelos obstáculos vencidos, pelas conquistas alcançadas, por estar com saúde e com os seus ao seu lado. É difícil não sentir por aqueles que se foram, que não tiveram a mesma oportunidade dos que hoje podem sonhar, planejar, ressignificar. E é justamente com este misto de sensações que 2021 se encerra. 

Não é possível enumerar as dificuldades vencidas e o tamanho das conquistas diante do cenário pandêmico que a humanidade enfrenta. Tudo é muito mais intenso, mais valioso. Estar vivo, com certeza, é o grande presente deste ano. O desejo do que se inicia é que nada tenha sido em vão. Que todas as dificuldades, as perdas, os desafios e os ganhos tenham vindo como aprendizado, como evolução. Apesar de ainda estar longe de algo que possa ser denominado como “evoluído”, o desejo é que cada um que chegou até aqui tenha tudo isso como um grande aprendizado, para que, enfim, o povo possa sonhar com um futuro melhor. E, se tudo em 2021 foi mais intenso, em 2022 será o dobro. Mesmo com a pandemia controlada, no próximo ano os brasileiros terão que escolher os seus representantes das Assembleias Legislativas, dos governos estaduais, da Câmara dos Deputados, do Senado e da Presidência do Brasil. 

Exatamente por isso, por essa enorme responsabilidade, de fazer refletir “lá em cima” o que tem “aqui embaixo”, que é chegado junto com o tempo de esperança, de reflexão. Que o nascimento de Jesus, que o clima de recomeço, de renovação, que os obstáculos vencidos e as conquistas alcançadas tragam para os corações dos brasileiros a tão sonhada responsabilidade e consciência de classe, pois são as atitudes dos representantes do povo que refletem diretamente em tudo isso citado acima. É o comportamento daqueles que serão eleitos que dita se o povo terá mais obstáculos ou mais conquistas. Que este momento renove não só as esperanças, e que não fique apenas nos discursos bonitos de fim de ano, que eles venham para a prática, para o dia a dia, pois o que a população mais precisa hoje é de novos caminhos. 

Encerramos 2021 com o desejo de um 2022 repleto de saúde, com boas notícias e melhorias, em todos os sentidos. Mas, para que todos esses desejos sejam alcançados, é preciso ação. Para que o tempo de esperança e renovação não fique apenas no papel, é preciso querer a mudança e, como disse o poeta, seja você a mudança que tanto quer no mundo. Pense nisso!

Comentários
×