Suspeito de furtos em casas de luxo no Centro-Oeste é preso em Brasília

Um homem de 56 anos, conhecido nacionalmente pela prática de furtos em residências de luxo, foi preso, nesse domingo, 22, em Brasília (DF), em ação conjunta entre a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). O suspeito, que possui quase trinta indiciamentos por crimes contra o patrimônio, apenas na capital federal, cometia furtos em casas de luxo por todo o país.

As investigações tiveram início há cerca de um mês, logo após o arrombamento de uma residência de alto padrão no município de Conceição do Pará, região Centro-Oeste do estado. Na ocasião, o investigado, aproveitando-se da ausência de moradores no imóvel, arrombou o local e subtraiu diversos bens de valores próximos a R$100 mil, fugindo logo em seguida em um veículo que o aguardava.

A PCMG instaurou um inquérito policial e deu início aos trabalhos policiais. No curso das investigações, uma equipe policial de Pitangui, cidade vizinha onde o furto ocorreu, apurou que o suspeito do crime seria o homem conhecido nacionalmente como “O arrombador de casas de luxo”.

Ainda durante as investigações, a PCMG tomou conhecimento de que o homem estaria residindo em Brasília. De posse dessas informações, foi solicitado um mandado de prisão preventiva, cumprido nesse domingo, após operação conjunta com a Polícia Civil do Distrito Federal.

Com o investigado, os policiais civis apreenderam R$2.950 em espécie, 21 folhas de cheque no valor aproximado de R$120 mil, quatro notas promissórias de quase R$ 4 milhões, um óculos de grife, 248 joias, entre colares, anéis, brincos, braceletes, pulseiras, além de cinco relógios de grife e 56 semi-joias diversas.

O homem foi encaminhado ao sistema prisional em Brasília e deverá, posteriormente, ser transferido para uma penitenciária em Minas Gerais. As investigações prosseguem para identificar outros envolvidos nos crimes.

Comentários
×