Silvio de Abreu mostra as diferenças da novela para telessérie

Canal 1 (quinta-feira – 31/03/2022)



       Por:               Flávio Ricco

 

       Colaboração:   José Carlos Nery

 

 

 

(Abertura)

 

 

Silvio de Abreu mostra as diferenças da novela para telessérie

A presença de Silvio de Abreu no “Programa de Todos os Programas”, além da oportunidade de conhecer ou recordar muito da história da teledramaturgia brasileira, da qual ele faz parte, foi importante para várias informações e esclarecimentos.

 

Silvio que tem, agora, a HBO Max como novo desafio.

Foi mais de uma hora de conversa, sem interrupção.

Sobre sua saída da Globo, diferentemente até do que foi falado na ocasião, o autor e diretor assegura que tudo aconteceu da forma mais amistosa e conversada possível. Uma mudança na filosofia de trabalho, com a qual não se sentiria bem e ponto. Só agradecimentos de lado a lado.

Da sua carreira, do começo aos dias atuais ou como deixou de ser ator, “ruim” segundo ele, e vir a se transformar num dos autores mais respeitados da TV, também passou por muitos detalhes. Curiosos e, muitos deles, inéditos. 

Por outra, também foi bem clara a sua explicação sobre as diferenças entre novela, telessérie e série, particularmente para esta coluna – ré confessa – que já cometeu alguns equívocos.

Na novela, com seus cento e tantos capítulos, o autor sempre considera a possibilidade de o telespectador não  poder assistir todo dia. Perder alguns capítulos, daí as repetições e barrigas. As recapitulações são essenciais para que ninguém perca o fio da meada.

Nas séries ou telesséries tudo é contado de uma forma mais dinâmica, rápida, porque os seus capítulos podem ser assistidos a qualquer momento e nunca num mesmo horário do dia.

O espaço aqui, naturalmente, não é suficiente para remeter a tudo que foi dito, colocado e explicado no programa. Prova, provada que em toda e qualquer conversa, conteúdo é tudo e mais um pouco. 

 

Tá de bom tamanho

Em informe ontem para a imprensa, a Band fez um balanço desses dois meses de “Faustão”. Conquistou uma sólida base de mais de 50 marcas anunciantes, tendo o Bradesco como principal patrocinador; levantou a audiência; gerou mais de 250 ações comerciais; contabiliza mais de 300 atrações; mobiliza cerca de 300 funcionários...

E vem aí com novos quadros, como o “Se Vira na Band”. 

 

Você se tocou?

A Band, discretamente, trocou a cor das canoplas ou espumas dos seus microfones.

Não é mais vermelho. Agora é um azul tão escuro que parece preto.

 

Pan também

De uns dias para cá, a Jovem Pan, na rádio ou TV, também resolveu mudar.

O todo vermelho de antes, no seu microfone, agora divide espaço com o azul, num tom um pouco mais claro que a Band. Não sei se irmanamente.

 

Nada a ver

Nessas mudanças todas de cores, devemos entender apenas como curiosidade e simples coincidências.

Longe da coluna imaginar qualquer outra coisa, especialmente relacionada com as eleições que se aproximam.

 

Alguém bobeou?

A Globo/CBN não tem mais cabines no Morumbi e nem no Allianz Parque, dois dos principais estádios de São Paulo. Talvez, por falta de uso durante muito tempo.

Curioso é que, no estádio do Palmeiras, a cabine de imprensa leva o nome do Osmar Santos, homenagem a alguém que foi titular do Sistema Globo por muitos anos.

 

Perdeu o lugar

Bem desagradável a situação da Kallyna Sabino na TV Jovem Pan.

Saiu de férias e na volta encontrou ocupados todos os programas que apresentava. E nem foi para Portugal. Viajou para os Estados Unidos.

 

 

Mais ainda

Ronaldo Giovanelli não integra mais a equipe de esportes da rádio Transamérica FM, São Paulo.

A demissão de Paulo Roberto Martins, seu amigo e companheiro de programa, após ofensas ao treinador Abel Ferreira, da forma que aconteceu, acabou precipitando também a sua saída. Aliás, desde aquele dia, ele nunca mais apareceu.

 

Encenação

Sérgio Marone não conseguiu renovar com o SBT e, agora, dedica-se aos ensaios da “Paixão de Cristo” de Nova Jerusalém, que será encenada de 9 a 16 de abril.

Também por lá estarão Gabriel Braga Nunes, Luciano Szafir e Christine Fernandes, entre outros.

 

Faltando isso

A Globo, da forma mais merecida, tem se lembrado sempre do Benedito Ruy Barbosa, em todas as campanhas de “Pantanal”. Não podia ser diferente.

Só que não deve deixar muito de lado o diretor Jayme Monjardim. Mesmo com os problemas que existiram entre os dois na primeira novela, o trabalho do Jayminho foi excepcional, ainda mais considerando as condições da época.

 

Libertadores  

O SBT corre atrás de um outro ex-boleiro para os jogos da Libertadores. E são boas as chances de Edmilson voltar a exercer essa função, no lugar de Washington Coração Valente. 

Na próxima terça-feira, começa a fase de grupos do torneio, principal competição de clubes do continente, e espera-se que até lá essa situação esteja resolvida.

 

Um detalhe

Além de Always Ready (BOL) x Corinthians e Sporting Cristal (PER) x Flamengo, teremos em campo, terça-feira, pela Libertadores, o brasileiro Athetico-PR encarando o Caracas.

Numa dessas, o SBT também terá que correr atrás de mais um narrador e outros elementos da equipe de transmissão. A sua equipe de esportes é muito econômica em números de valores para duas competições importantes.

 

Reis

Ricardo Gaeta, ator de vários trabalhos no Multishow, Globoplay, Gloob e SBT, acertou com a Record.

E já começou a gravar a sua participação na segunda temporada da série “Reis”. 

 

 

Bate – Rebate

  •     A exemplo de Dudu Pelizzari, Marcelo Pio também faz a dobradinha Record-Amazon Prime: “Reis” e nova temporada de “Dom”.

 

  •     Trilha sonora de “Pantanal” também reúne “Chalana”, nacionalmente conhecida com Renato Teixeira, agora na voz de Roberta Miranda.

 

  •     Com exibição diária, a TV Rá Tim Bum, a partir do próximo sábado, contará com duas novidades em sua programação...

 

  •     ...“Contos Rá Tim Bum” e “Hora do Rabisco” farão parte da grade, com conteúdos que estimulam a criatividade e afetividade.

 

  •     O Grupo Tapa estreia dia 15, às 20h30, no Espaço LAB – Teatro Aliança Francesa, em São Paulo, o espetáculo “Papa Highirte”, de Oduvaldo Vianna Filho...

 

  •     ...O texto, escrito entre os anos de 1967 e 1968, ficou muito tempo proibido pela censura...

 

  •     ...No seu elenco, Zécarlos Machado, Adriano Bedin, Bruno Barchesi, Caetano O’Maihlan, Camila Czerkes, Eduardo Semerjian, Fúlvio Filho, Isabel Setti e Mauricio Bittencourt.

 

  •     O canal Todos os Negros do Mundo é mais uma novidade que já está disponível no Looke, serviço brasileiro de streaming...

 

  •     ...Entre as disponibilidades, a série documental “Depois das Grades”, o espetáculo “Tia Má Com a Língua Solta”.

 

  •     No “Encrenca” da Rede TV!, a ordem é começar tudo de novo...

 

  •     ...É para esquecer o que foi ao ar no último domingo. O resultado foi bem desastroso.

 

C´est fini

Guilherme Uzeda e Marcelo Mansfield estreiam dia 2, no Teatro São Cristóvão Saúde, em São Paulo, o espetáculo “Humor aos Pedaços”.

Trabalho que traz personagens hilários de suas carreiras, como “Seu Lili”, de Mansfield e a “Tia”, de Uzeda, sucesso na TV Gazeta. Até rimou.

 

Então é isso. Tchau!

Comentários
×