Sete grupos econômicos disputam a licitação da PPP de Cidade Inteligente em Nova Serrana

Valor do investimento está na ordem de R$ 40 milhões de reais; projeto prevê melhorias em iluminação pública e infraestrutura de telecomunicações

Da Redação

Sete empresas disputam a licitação da PPP de Cidade Inteligente em Nova Serrana. Em andamento na tarde de hoje, 16, a sessão pública licitatória apontará a empresa que fará a operação dos serviços firmados em contrato pelos próximos vinte e cinco anos. O projeto prevê a reforma de todo o parque de iluminação pública municipal, além de instalação, operação de manutenção de infraestrutura de telecomunicações, que levará fibra óptica aos prédios da administração pública, além de internet gratuita à população.

Os sete concorrentes apresentaram suas propostas de acordo com os estudos de viabilidade realizados pelo Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC Brasil). O Instituto foi responsável também pela modelagem e estruturação da Parceria Público-Privada.

Disputam o contrato as empresas FM Rodrigues, Consórcio Nova Serrana IP, Concip Nova Serrana, Consórcio Ilumina, Quantum Engenharia, Quark Engenharia e Zagonel Engenharia. A sessão pública deve terminar no início da noite desta quinta-feira. O contrato de operação dos serviços está estimado em R$152 milhões de reais.

Nova Serrana Inteligente

Cidade Inteligente é aquela que consegue otimizar a utilização de seus recursos e serviços para atender melhor ao cidadão. Segundo a União Européia, smart cities são sistemas de pessoas interagindo e utilizando meios que propiciem o desenvolvimento humano e econômico. 

Assim como na maioria dos municípios brasileiros, o parque de iluminação pública de Nova Serrana conta hoje com luminárias de vapor de sódio e vapor metálico. Com a implementação do projeto, os 15.220 pontos de iluminação receberão luminárias de LED, que além de maior potencial de luminância, geram maior economia ao município.

O projeto também trará ao município uma nova infraestrutura de dados. Através de 138 km (cento e trinta e oito quilômetros) de fibra óptica, prédios públicos terão acesso à internet, Wi-Fi público será disponibilizado à população e um sistema de videomonitoramento ampliará os recursos para a segurança pública da cidade.

— Nova Serrana é a cidade que mais cresce em Minas Gerais, e uma das que mais crescem no Brasil. Este é um desafio que tem de ser feito com muito planejamento, com muita atenção — comenta o prefeito municipal Euzébio Lago.

Outros projetos

O projeto de Cidade Inteligente de Nova Serrana é de autoria do Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC). O Instituto é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) da capital mineira, e foi responsável pelos Estudos de Viabilidade Técnica, que apontaram a condição do município em receber e implantar todos os serviços do projeto. O IPGC também modelou o contrato e acompanhou os trâmites técnicos e jurídicos da proposta.

Nova Serrana será mais uma cidade a entrar para a lista de municípios que investiram em soluções inteligentes e sustentáveis. A cidade de Carmo do Cajuru, no centro-oeste de Minas, já está em fase final de aplicação do projeto, também estruturado pelo IPGC. Uberaba, Campo Belo e Ouro Preto também apostaram na mesma ideia e hoje já prestam serviços de qualidade à população.

 

Comentários
×