Senac em Divinópolis abre matrículas para curso de atendente de farmácia

Aluno aprende desde o básico sobre as funções dos medicamentos até as leis que regem o funcionamento das farmácias

 

Da Redação

Trabalhar com saúde, mas atrás do balcão. Servir de referência na venda de produtos de saúde e medicamentos exige dedicação e qualificação específica que vão além da habilidade de vender. A supervisora pedagógica do Senac em Divinópolis, Marcia Maciel, alerta para a falta de preparo de muita gente que se propõe a trabalhar como atendente e balconista nas farmácias.

— Não basta vender o remédio que o cliente quer. O atendente deve conversar com a pessoa a fim de saber se a medicação desejada é, de fato, a que ela necessita. Acontece, por exemplo, de muita gente chegar na farmácia com dor de cabeça e pedir dipirona. No entanto, em muitos casos, a dor que o indivíduo está sentindo é apenas um sintoma de outro problema, que não pode ser tratado com dipirona — explica.

Diante da demanda por mão de obra qualificada, o Senac oferece o curso profissionalizante de Atendente de Farmácia. Com cerca de três meses de duração, o aluno aprende desde o básico sobre as funções dos medicamentos até as leis que regem as farmácias, popularmente conhecidas como RCDs.

— Existem vários tipos de RCD. No de Boas Práticas Farmacêuticas, por exemplo, consta que todos os funcionários devem ser capacitados quanto ao cumprimento da legislação sanitária vigente e que eles devem estar cientes do que fazer com relação aos produtos com o prazo de validade próximo ao vencimento. Assim, tudo isso é tratado no curso, de modo que o aluno já chega no mercado de trabalho muito mais preparado — afirma a profissional.

Qualificação

A qualificação citada por Márcia é fundamental, afinal o segmento sempre esteve em alta no Brasil. O país, inclusive, tem o sexto maior mercado farmacêutico do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, China, Japão, Alemanha e França, conforme mostrou uma pesquisa da empresa IQVIA. Além disso, projeções da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) apontam que até o ano que vem o país já tenha ultrapassado a França e figure em quinto lugar no ranking mundial.

— Tendo em vista que é um mercado muito concorrido, ter a oportunidade de fazer um curso gratuito e tão completo, como é o do Senac, é algo que, certamente, fará com que o aluno se destaque no mercado de trabalho e esteja sempre à frente de seus concorrentes —  conclui a supervisora pedagógica do Senac, Márcia Maciel.

Curso gratuito 

A unidade Divinópolis está com matrículas abertas para o curso gratuito de Atendente de Farmácia. O aluno aprende a atuar na organização física de farmácias e drogarias e no atendimento ao cliente, contribuindo para a saúde da população. As aulas são presenciais e têm início a partir de 12 de julho. Os interessados devem se inscrever presencialmente na unidade Senac em Divinópolis, localizada na avenida Antônio Olímpio de Morais, 293 – Centro. Mais informações pela Central de Atendimento, no telefone ou WhatsApp (37) 3229-6400 ou no site do Senac, www.mg.senac.br/programasenacdegratuidade , selecionando a cidade de Divinópolis.

O curso integra o Programa Senac de Gratuidade (PSG), fruto de acordo firmado em 22 de julho de 2008 entre o Ministério da Educação, o Ministério do Trabalho, o Ministério da Fazenda, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e o Senac. O programa visa ampliar o acesso à educação profissional e tecnológica.

Comentários
×