Que venha a segunda fase

Batendo Bola

Jose Carlos de Oliveira

 

[email protected]

 

Que venha a segunda fase

Aos trancos e barrancos, com equipes desistindo da disputa no meio do caminho e muita confusão nos bastidores, finalmente chega ao fim fase preliminar do Campeonato Rural de Divinópolis, para alegria e satisfação da infinita maioria. Menos mal que os pequenos percalços durante o caminho não tenham estragado o brilho da festa, pois o que conta mesmo é a bola rolando e a festa do gol, para alegria de atletas e dos torcedores das comunidades rurais.

 

Aprender com os erros

Mas que desde agora todos os responsáveis pela competição, quem errou e também aqueles que acertaram, se mirem nos problemas ocorridos durante a disputa, aprendam com os próprios erros e tratem de não repeti-los no futuro. A torcida, e por que não dizer toda a população das comunidades rurais do município, merece ser tratada com todo o carinho e respeito. E tendo no futebol uma de suas únicas formas de lazer, necessário se torna que todos os envolvidos deem o seu melhor nos torneios daqui para frente, para que todos realmente sejam beneficiados e se sintam felizes e realizados.

 

Que se cumpra o prometido

 

Antes mesmo de a bola rolar para as fases finais já se discute pelas redes sociais: alguns querem que não haja jogos durante as festas do rodeio, e a organização alerta para o prazo para que o torneio seja finalizado. Ter ou não rodada no próximo fim de semana é agora a discussão da vez. 

Para o bem de todos e felicidade geral da nação, ficamos na torcida para que entrem num acordo o mais rápido possível, e que o único beneficiado seja somente o torcedor, que já está se cansando desse lenga-lenga e disse-me-disse todo, com cada um puxando a sardinha para o seu lado. Que todos sentem à mesa, deixem de lado a lei do Gerson (em que levar vantagem está na ordem do dia) e façam o melhor para o campeonato, e não para determinada pessoa ou equipe.

Façam isso, que o futebol será eternamente grato!

 

Show da China Azul

E o Cruzeiro continua numa fase crescente no Campeonato Brasileiro da Série B, líder isolado da competição, finalizadas oito rodadas, e dando a seus torcedores a esperança de que finalmente neste ano vá acabar de vez com seu pesadelo, depois de dois longos anos sofrendo com o péssimo futebol apresentado pelo time. 

E nesta nova fase e momento que vive, o Cruzeiro deve, sim, agradecer à sua apaixonada torcida, que vem fazendo a diferença desde que foi permitida a volta de público aos estádios. O que se viu no fim de semana, em plena manhã de um domingo (com muito frio nas Minas Gerais), foi de deixar qualquer um emocionado e arrepiado. Além de lotar o Mineirão, com recorde de público (mais de 58 mil presentes ao estádio), a China Azul não deixou de cantar um minuto sequer e foi, sim, o 12º jogador do time.

 

Ainda falta muito

Com uma equipe sem estrelas, mas jogando como quer e manda seu treinador, o Cruzeiro mostra que muitas vezes um elenco é bem melhor que um, dois craques em um time. Fazendo do conjunto e de sua forma de jogar suas grandes armas, a Raposa desponta, sim, como um dos candidatos a ficar com uma das quatro vagas de acesso à Série A.

Certo que ainda falta muito chão pela frente – serão mais 30 jogos até o fim do ano – mas por tudo aquilo que o Cruzeiro já fez nesta temporada é, sim, possível sonhar.

E que venha o tão sonhado acesso, para alegria da China Azul.

Comentários
×