PRIMEIRA MÃO: Presidente tira líder de governo da CPI da Educação para destravar processo

Hilton de Aguiar também foi destituído; Ana Paula e Josafá assumem lugares na comissão

O líder do governo na Câmara, Edsom Sousa (Cidadania), está fora da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Secretaria de Educação (Semed). O presidente da Câmara, Eduardo Print Jr (PSDB), também retirou Hilton de Aguiar (MDB) da comissão. Ambos foram substituídos por Ana Paula do Quintino (PSC) mesmo partido do prefeito Gleidson Azevedo e Josafá Anderson (Cidadania).

A comissão conta, ainda, com: o requerente Ademir Silva (MDB), Flávio Marra (Patriota) e Lohanna França (PV).

Como vereador mais velho da comissão, cabia a Edsom convocar a primeira reunião para dar início à CPI. Após dez dias, a CPI seguiu paralisada por discordar da composição da mesma. Por isso, Print decidiu nomear novos membros para dar início aos trabalhos.

Uma das cobranças de Edsom era a nomeação de um vereador do partido do prefeito Gleidson Azevedo (PSC). Como Diego Espino (PSC) é investigado por quebra de decoro e corre o risco de cassação e Eduardo Azevedo (PSC) é irmão do prefeito, o presidente nomeou Ana Paula.

Agora, Josafá, o mais velho da comissão, deve convocar o primeiro encontro para destravar a CPI.

Comentários
×