Prefeito, vice e secretários de Divinópolis abrem mão de sigilo bancário, fiscal e telefônico

Com decreto, órgãos autorizados, como a CPI da Educação, não precisam mais de ordem judicial para acessar os dados para fins de investigação.

Como anunciado anteriormente por meio das redes sociais, o prefeito Gleidson Azevedo (PSC) publicou, nesta sexta-feira, 5, o Decreto 15.020/2022, abdicando à prerrogativa do sigilo fiscal, bancário e telefônico. Segundo o texto, a medida visa reforçar a transparência na atual administração. A medida havia sido prometida na última semana, após as acusações referentes à CPI da Educação. 

— [O decreto] garante às instituições regulares de controle externo, Tribunal de Contas da União, Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais e Ministério Público, por meio de procedimento extrajudicial próprio, devidamente formalizado, fundamentado e independentemente de ordem judicial, o acesso a dados fiscais, bancários e telefônicos das autoridades e órgãos municipais — informou.

O decreto também autoriza a CPI o acesso de informações sigilosas.

A decisão é válida para para o período do atual mandato, até 2024, e para as autoridades que, voluntariamente, abriram mão do direito. São eles: 

Prefeito Municipal;

Vice-Prefeita e Secretária Municipal de Governo – SEGOV;

Assessor Especial do Gabinete do Prefeito;

Controlador-geral do Município;

Procurador-geral do Município;

Secretário Municipal de Administração, Orçamento, Informação,

Ciência e Tecnologia - SEMAD;

Secretário Municipal de Agronegócios - SEMAG;

Secretária Municipal de Assistência Social - SEMAS;

Secretário Municipal de Cultura - SEMC;

Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável e

Turismo - SEMDES;

Secretária Municipal de Educação - SEMED;

Secretário Municipal de Esporte e Juventude - SEMEJ;

Secretário Municipal de Fazenda – SEMFAZ;

Secretário Municipal de Meio Ambiente e Políticas de Mobilidade

Urbana – SEPLAM;

Secretário Municipal de Operações e Serviços Urbanos – SEMSUR;

Secretário Municipal de Saúde – SEMUSA;

Secretário Municipal de Trânsito, Segurança Pública e Mobilidade

Urbana – SETTRANS;

Secretário Municipal de Fiscalização de Obras Públicas e

Planejamento – SEMFOP.

Comentários
×