Prefeito entrega documentos da Educação à Polícia Federal para investigação

Da Redação

Como fez há duas semanas no Ministério Público (MP), o prefeito Gleidson Azevedo (PSC) entregou, nesta quinta-feira, 12, os documentos das compras da Secretaria de Educação (Semed) à Polícia Federal (PF). Os gastos são alvo de investigação por uma CPI por suspeitas de superfaturamento. Segundo o chefe do Executivo, a internação é dar transparência ao caso.

— Acabei de entregar toda a documentação de compras da Educação para que seja investigado — afirmou. 

Ele defendeu que o órgão tome as providências necessárias caso sejam encontradas irregularidades.

O prefeito relembrou, ainda, que colocou à disposição das autoridades seu sigilo bancário e telefônico, bem como entregou toda a documentação ao MP.

Comentários
×