Preço da gasolina na cidade segue estável

Segundo levantamento da ANP, o valor do litro subiu nas últimas semanas no Brasil

 

 

Jorge Guimarães

O preço da gasolina nos postos brasileiros subiu nas últimas semanas, conforme aponta levantamento recente da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Apenas na semana passada a alta foi de 0,4%. A sequência de altas interrompe uma estabilidade nos preços, iniciada com cortes nos impostos no fim de junho, que resultou na queda dos preços nas refinarias. Na contramão da pesquisa, os valores da gasolina em Divinópolis segue estável há mais de 30 dias.

Preços

Conforme o levantamento realizado pela reportagem, o preço médio do combustível comum vendido na cidade está em R$ 4,65 - o menor encontrado foi de R$ 4,59 e o maior, R$ 4,74. Lembrando que a diferença entre os pontos de venda foi de centavos.

Para o gerente de posto de combustível, Fabricio Alexandre Fontes, o cenário de estabilidade pode sofrer alterações nas próximas semanas.

— Trabalhamos com o preço de R$ 4,59 desde quando foram reduzidos os impostos federais e estaduais. Mas o que se fala é que os preços da gasolina e do diesel devem ter reajustes após os resultados das eleições, pois os mesmos estão defasados em relação aos praticados no mercado internacional — avalia.

O gerente acrescenta, ainda, que é esperado aumento no etanol ao fim da safra de cana de açúcar. 

— Assim, não temos como fugir dos aumentos, pois a composição da gasolina contém 27% de etanol — antecipa.

Concorrência

Para encontrar os menores valores, cabe ao consumidor pesquisar antes de abastecer, orienta o também gerente, Élcio Oliveira.

— Os preços e suas estratégias de vendas são determinados pelas distribuidoras, cada uma faz o que melhor lhe convier para o ganho de mercado. Assim, a concorrência é quem dita as regras, cada um sendo mais agressivo que o outro. E ainda tem os postos de bandeira branca, que tem um poder de fogo ainda maior, pois compram onde lhes é conveniente em relação aos preços — explica.

Mas o barato pode sair caro. Procurar sempre o melhor preço sem esquecer da qualidade do produto. Essa é a sugestão do representante farmacêutico, Marcos Braga Rodarte.

— Procuro me fidelizar onde abasteço o meu veículo, pois sei da garantia e qualidade do produto. Mas sempre faço minhas pesquisas para saber onde abastecer, mas sem antes me certificar da procedência — concluiu.

 

 

 

Comentários
×