Polícia Rodoviária deflagra operação Tiradentes

Ação busca garantir segurança nas estradas durante o feriado; Semana Santa registrou sete acidentes nas rodovias da região

Bruno Bueno

O feriado de Tiradentes é normalmente marcado pelas lembranças históricas de Minas Gerais. No entanto, frequentemente os acidentes nas rodovias roubam a cena durante esse período. Neste ano, o feriado prolongado começa hoje e se estende até domingo.

Para evitar as ocorrências que provocam, consequentemente, feridos e mortos, a Polícia Rodoviária  (PMRv), por meio da 7ª Companhia Independente, iniciou, na manhã de ontem, a operação Tiradentes. A ação busca garantir a segurança no trânsito durante o feriado prolongado. 

 

Detalhes

A reportagem conversou ontem com o comandante da 7ª Companhia, major Douglas Guimarães Lima. Ele detalhou a ação que busca garantir a segurança nas rodovias. Durante o período, o número de servidores nas estradas será aumentado.

— A operação começou ontem, às 7h, e vai até às 23h59 de domingo, 24. Durante esse período, haverá um reforço do efetivo policial com o emprego dos policiais que trabalham em serviços administrativos — afirmou.

 

Ainda segundo o policial, as tradicionais blitz de trânsito serão impulsionadas para garantir o efetivo da operação.

— Serão feitas diversas blitz de trânsito, sendo elas fixas, itinerantes e de Lei Seca. Nessas operações serão empregados o uso do etilômetro convencional, passivo e outros equipamentos que utilizamos normalmente nas fiscalizações — disse.

 

Semana Santa

No último fim de semana, os policiais rodoviários se empenharam na operação Semana Santa. A ação teve o mesmo intuito e registrou números importantes na região Centro-Oeste. De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Rodoviária, quatro armas de fogo foram apreendidas e 35 carteiras de habilitação recolhidas, 15 pessoas foram presas no período, sendo dez por embriaguez ao volante e cinco por uso e consumo de drogas. Dezoito pessoas foram multadas por embriaguez ao volante. Sete veículos removidos ao pátio credenciado do Detran, sete acidentes de trânsito registrados, sendo dois com vítimas fatais, quatro com pessoas feridas e um sem vítimas.

Conforme a Polícia Rodoviária, os números, comparados ao feriado de 2021, representam um aumento de 33,33% em apreensões de arma de fogo e 66,66% de aumento em prisões por uso e consumo de drogas.

 

Estado

Ainda segundo informações da PMRv, cerca de 5.404 operações policiais foram realizadas em rodovias de Minas Gerais durante todo o período. 19 armas de fogo foram apreendidas, número 138% maior do que no ano passado, e 557 carteiras de habilitação recolhidas.

191 prisões e apreensões foram registradas, sendo nove por tráfico de drogas, além de nove foragidos da Justiça recapturados. 501 prisões e autuações por embriaguez, registro 63% maior do que em 2021, também foram contabilizadas. 

731 operações da Lei Seca foram realizadas em todo o estado. 20 veículos roubados, número 11% maior que ano passado, foram recuperados, e 268 veículos foram removidos ao pátio do Detran. 

Os números ainda registram dez ocorrências de roubos em rodovias, o que representa 33% de redução no comparativo ao ano anterior, e 56 acidentes de trânsito com vítimas, queda de 10%. Ainda segundo a PMRv, são 2.381 acidentes desse calibre no estado em 2022, número 7% menor do que o ano anterior.

 

Ocorrência

Antes mesmo do início da operação Tiradentes, os policiais da 7ª Companhia já atuaram em uma ocorrência relevante nesta semana. Dois homens foram presos com arma de fogo, munições e drogas no km 91 da MG-050, em Itaúna.

Segundo informações da PMRv, os suspeitos foram abordados em uma motocicleta Honda/CG Fan. 

— Após intensa verbalização, estes acataram as ordens da guarnição e, ao ser procedida busca pessoal, foi localizada uma pistola Taurus, calibre 9 milímetros, carregada com seis munições intactas na cintura do autor C.G.F. (27), e uma bucha de substância esverdeada análoga a maconha, dentro da capa do smartphone do autor R.G.P. (23) — afirmou em nota.

Posteriormente, os policiais constataram que o condutor da motocicleta era inabilitado.

— Foi dada voz de prisão aos autores, sendo conduzidos para a delegacia plantonista em Divinópolis, para as demais providências decorrentes, juntamente com os materiais apreendidos. Foi lavrado o documento correspondente, sendo a motocicleta liberada para o condutor habilitado — concluiu.

Comentários
×