Justiça decreta prisão de procurador que agrediu colega de trabalho em São Paulo

A vítima foi atingida com socos e arremessada contra a parede

Da Redação

A Polícia Civil de São Paulo decretou a prisão preventiva de Demétrius Oliveira de Macedo, o progrador que agrediu procuradora-geral da Prefeitura de Registro, Gabriela Samadello Monteiro Barros, na tarde de segunda-feira, 20. 

Um inquérito foi aberto para investigar o caso, com fotos e vídeos da agressão. A prisão foi representada na 1ª Vara Criminal pelo delegado Daniel Vaz Rocha, que pontuou que os problemas com o agressor não são recentes.

— [Demétrius] vem tendo sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, sendo que, em liberdade, expõe a perigo à vida delas, e consequentemente, à ordem pública — disse, em despacho publicado.

Em vídeo viralizado nas redes sociais, é possível ver a vítima sendo arremessada contra a parede enquanto recebe cotoveladas e socos de Demétrius.

 

Comentários
×