Pertinho do céu

Batendo Bola

 

José Carlos de Oliveira

 

[email protected]

 

Pertinho do céu

 

Nunca, em tempo algum, o torcedor atleticano esteve tão perto de soltar o grito de campeão, e o bi do Brasileirão está bem pertinho de se tornar real e bradar alto em Minas Gerais. Conquista merecida –  se vier – para  alegria da imensa massa alvinegra, uma das torcidas mais apaixonadas do Brasil, que enfim passará o Natal dos seus sonhos, porque esta é a verdade: a maioria de seus torcedores ainda não sabe o que é ser campeão nacional.

 

Só um desastre

 

Faltando seis rodadas para o término do campeonato (sete para o Galo) e com oito pontos de frente sobre o seu concorrente principal mais direto, o Flamengo, o Alvinegro só não será campeão se acontecer um desastre na reta final do torneio, um apagão inimaginável no time, pois do jeito que andam as coisas é só uma questão de tempo.

 

Na Baixada

 

Hoje ainda não dá. Mesmo com o Galo vencendo o Furacão na Arena da Baixada e o Urubu sendo derrotado amanhã pelo Corinthians no Maraca, há que se esperar ainda mais alguns dias, mas a Massa não precisa ficar aflita, e já pode, sim, ir fazendo a faixa do bi e pensar no churrasco para festejar.

 

Amistoso de luxo

 

Em partida válida pela 14ª rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Qatar em 2022, a Seleção Brasileira enfrenta a Argentina na noite de hoje, às 20h30, na cidade de San Juan, no interior do país vizinho, buscando acima de tudo manter a invencibilidade no torneio, porque a vaga para o mundial já foi carimbada faz tempo. Será apenas mais um amistoso de luxo, porque, com seus 28 pontos, na segunda posição, os argentinos também têm a vaga praticamente assegurada.

 

Sem festa

 

Mas que o técnico Tite não se empolgue muito, não, pois ser o primeiro nas eliminatórias não diz nada a seu favor, pois o futebolzinho que o time canarinho vem mostrando é de dar calo nos olhos, e para ter alguma chance na Copa do Mundo terá que melhorar muito. E coloca muito nisso aí.

 

Derrota vergonhosa

 

O Cruzeiro foi derrotado na Bahia no fim de semana pelo Vitória, por 3 tentos a 0, e alguns falam que o time relaxou por ter conseguido se livrar de algo pior (um desastroso rebaixamento para a Série C) na rodada anterior. Mas que relaxamento é esse, manés, quando todos sabemos que o time continua devendo e que alguns jogadores estão é com a corda no pescoço, na dúvida se receberão ou não um pé na bunda quando o campeonato acabar.

 

Uma certeza

 

Porque de uma coisa eles podem ter certeza: muitos deles não estarão aqui no ano que vem, porque, se não fizerem as mudanças necessárias, nem o presidente e muito menos Luxemburgo terão vida fácil com a China Azul. 

 

Foto legenda

 

Dobradinha na Terra do Tio Sam – E as brasileiras fizeram bonito na disputa da "Grande Coroa" do mundial de skate, nos Estados Unidos. A paulista Pâmela Rosa, de 22 anos, conquistou o bicampeonato no campeonato de skate street, em Jacksonville, nos Estados Unidos, tendo a "Fadinha" Rayssa Leal ficado com o segundo lugar.

Comentários
×