Pedágio na 050 têm reajuste de 12%

Aumento ocorre com base na inflação anual, conforme concessionária; usuários da via reclamam

Da Redação

A partir do próximo dia 13, o valor do pedágio será reajustado em 12% para os usuários do Sistema MG-050, que inclui Divinópolis e outros municípios do Centro-Oeste. Segundo a Concessionária que administra a via, AB Nascentes das Gerais, a alteração nos valores cobrados ocorre em razão da inflação tarifária.

Ainda segundo a concessionária, o reajuste está previsto no contrato de concessão de Parceria Público Privada (PPP) assinado em 2007 e é atualizado de acordo com a correção da inflação do período, levando em conta o Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) e arredondamentos. 

Desde a implantação da PPP, a concessionária é criticada pelos preços. Na opinião dos usuários falta manutenção das vias e duplicações.

— Deveriam ter vergonha de aumentar esse valor em uma rodovia com tantos problemas e que já deveriam ter sido sanados. Vai ano, entra ano, os valores são reajustados e não vemos melhorias como usuários — disse o motorista Anderson José dos Santos.

Com o reajuste, o valor para automóveis subirá dos atuais R$ 6,80 para R$ 7,60. As motocicletas, caminhões leves e ônibus pagarão R$ 3,80 e R$ 15,20, respectivamente.

Em 2020, em função dos efeitos da pandemia, os valores chegaram a ficar congelados e não houve reajuste das tarifas. Já em 2021, o aumento chegou a ser adiado, passando de junho, como prevê o contrato, para agosto. 

 

Obras 

  1. Quais  foram concluídas pela Concessionária no perímetro urbano de Divinópolis?

- Implantação de nova interseção alongada em nível com pistas duplas para acesso a São Gonçalo do Pará, com 1 km de extensão, do km 114,300 ao km 115,300. Obra concluída em dezembro de 2020 com investimentos de R$ 3,3 milhões.

 

- Obras de acesso ao Distrito Industrial: 1,2 km de duplicação, do km 117,740 ao km 118,940 da rodovia MG-050 e implantação de um viaduto para retorno operacional em dois níveis, no km 118,740. Obra concluída em março de 2021 com investimentos de R$ 18,9 milhões.

 

– Implantação de nova ponte sobre o rio Pará, próximo à Usina do Gafanhoto, no km 118 da rodovia para comportar a futura duplicação em execução no local. Obra concluída em junho de 2019 com investimentos de R$ 13 milhões. 

 

– 1,3 km de duplicação, do km 121,000 ao km 122,300 da rodovia MG-050, nas proximidades do bairro Vila Romana, com implantação de nova ponte sobre o rio Itapecerica no km 122. Obra concluída em agosto de 2014 com investimento de R$ 10 milhões.

 

– 1,26 km de duplicação, do km 122,300 ao km 123,560, com implantação de duas passagens inferiores de veículos e pedestres para acesso à avenida J.K. e retornos operacionais, melhorando os acessos aos bairros Jardim Candelária, Oliveiras e Bom Pastor, além de implantação de vias marginais para organização do tráfego local. Obra concluída em março de 2020 com investimentos de R$ 23,9 milhões.

 

- 1,36 km de duplicação, do km 123,560 ao km 124,920 da rodovia MG-050, com implantação de passagem inferior de pedestres no km 124,250 com passagem inferior de veículos e pedestres no km 124,500 para interligação da avenida Ibirité, melhorando os acessos aos bairros Serra Verde e Alvorada, além de implantação de vias marginais para organização do tráfego local. Obra concluída em julho de 2020 com investimentos de R$ 31 milhões.

 

– 2,38 km de duplicação, do km 124,920 ao km 127,300 da rodovia MG-050, com implantação de interseção em dois níveis no entroncamento da MG-050 com a BR-494 (sentido Nova Serra), com duas passagens inferiores de veículos, e implantação de vias marginais. Obra concluída em dezembro de 2016 com investimentos de R$ 19,5 milhões.

 

– Alargamento estrutural do viaduto central localizado no km 128,600 próximo ao acesso ao bairro Tietê, para comportar a duplicação prevista para o local. Obra concluída em maio de 2020 com investimentos de R$ 1 milhão.

 

- 1,9 km de duplicação, do km 131 ao km 132, 900 da rodovia MG-050, com implantação de acesso ao bairro Quintino e viaduto com passagem superior para retornos operacionais no km 132, 800. Obra concluída em julho de 2021 com investimentos de R$ 10,4 milhões.



  1. Qual obra do perímetro urbano de Divinópolis foi iniciada e qual a previsão de conclusão?

Em setembro de 2021, a concessionária  deu início à duplicação do último trecho da MG-050 em Divinópolis, maior obra do trecho de concessão. As melhorias começaram com a limpeza e construção da estrutura pluviométrica, abertura dos taludes e traçados para a pavimentação. As pistas serão duplas, entre os quilômetros 118,9 (próximo ao viaduto de retorno entregue pela concessionária em março deste ano) e 121 (próximo à entrada do bairro Vila Romana). 

 

Além disso, o local receberá a construção de interseção em dois níveis, no km 120,5, para acesso aos bairros Niterói e Lagoa dos Mandarins, obras complementares para ampliação da capacidade do trecho já entregue próximo à entrada do distrito industrial. O investimento realizado pela AB Nascentes das Gerais nesse segmento é de R$ 35,1 milhões. Para esse trecho de obras da travessia urbana de Divinópolis, a previsão é de que serão gerados mais 450 postos de trabalho. Já a estimativa do término das intervenções é que estejam concluídas em outubro de 2022.

 

Quais as demais obras em andamento no perímetro de Divinópolis?

- Implantação de duplicação e correção de traçado no km 115,3 e 117,7, com nova interseção em dois níveis no km 116,6;

 

- Obras de correções geométricas no km 127,3 ao km 128,5;

 

- Implantação de duplicação do km 128,5 ao km 130,5 e novo viaduto sobre a linha férrea FCA no km 128,6;

 

- Alargamento estrutural do viaduto central localizado no km 128,6 da rodovia MG-050, próximo ao acesso ao bairro Tietê; 

 

- Erosão no km 131,2 da MG-050, próximo ao bairro Quintino, ocasionada pela intensa precipitação do período chuvoso.

 

O investimento na travessia urbana de Divinópolis, conforme a Nascentes, chegará ao montante de R$ 222 milhões ao término das obras. Melhorias que, além de gerar mais de 3 mil empregos diretos e indiretos, trarão mais segurança e conforto para mais de 18 mil usuários que utilizam a rodovia diariamente.

 


Orientações aos motoristas

Em todos os trechos em obras, a concessionária pede aos motoristas para obedecerem a sinalização com a velocidade máxima alterada para 40km/h. 

A concessionária disse que segue os padrões de sinalização de trânsito do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e DER/MG, e que equipes de Engenharia e Operações estão atentas e acompanhando os trechos em obras evitando riscos de acidentes.

Comentários
×