PC confirma morte de suspeito de assassinar mulher em Salgado

Corpo foi encontrado em uma região conhecida como cascalheira no próprio distrito; este é o segundo feminicídio em um mês mês

Da Redação

O principal suspeito de matar a sua companheira de 35 anos, na madrugada desta quinta-feira, 30, em São José dos Salgados, Distrito de Carmo do Cajuru, foi encontrado morto no fim da manhã desta sexta, 1º. Conforme informações da Polícia Civil (PC), ele tirou a própria vida em um local conhecido como Cascalheira, região próxima ao distrito. O delegado Wesley Amaral, que responde pela delegacia de Carmo do Cajuru, disse ao Agora que a morte foi informada por meio de uma ligação.

A ocorrência

A mulher de 35 anos foi encontrada morta em cima da própria cama, nesta quinta-feira, 30, no distrito de São José dos Salgados em Carmo do Cajuru. Segundo informações da Polícia Militar (PM), o principal suspeito do crime é o companheiro dela, de 45 anos, que fugiu após o crime. Muita gente chegou a divulgar fotos deles em diversas redes sociais para que se alguém tivesse notícia, denunciasse.

Daniela Oliveira como se chamava, foi encontrada pelo enteado. No corpo dela foram constatadas duas perfurações por arma de fogo, na cabeça. A suspeita é que ela tenha sido assassinada enquanto dormia, porém somente os exames realizados pela PC, podem confirmar.

 

Daniela trabalhava em uma farmácia no município e, nesta quinta, não apareceu ao estabelecimento no início do expediente. Preocupados, os patrões da vítima fizeram contato com a família, foi quando enteado foi a casa e já a encontrou, morta.

Todos os pertences, incluindo carro e o celular do suspeito ficaram na casa. Por isso, pessoas próximas e conhecidos desconfiavam que ele poderia tirar a própria vida.

Comoção

 Daniela trabalhava em uma farmácia na região central de Divinópolis e era muito querida. Tanto, que os proprietários liberaram todos os funcionários para irem ao velório e enterro nesta sexta. Nas redes sociais, a comoção é grande. Muitas pessoas escreveram mensagens lamentando e de saudade.

 

Segundo 

A morte de Daniela é o segundo feminicídio em um mês. No dia 30 de maio, Divinópolis ficou em choque com a morte de uma mulher e sua filha no bairro Padre Eustáquio em Divinópolis. Elas foram mortas a facadas e tiveram queimaduras, visto que o suspeito colocou fogo na casa. Depois, como o crime desta quinta em Salgado, o suspeito tirou a própria vida.  

 

 

Comentários
×