Morre Cláudio Ramos que revolucionou o teatro em Divinópolis

“Minha Sogra é Um Pitbull” e “Lugar de Mulher” são sucessos imortalizados pelo ator

Da Redação

O teatro em Divinópolis está de luto. Morreu neste domingo, aos 61 anos de idade, em Juiz de Fora,  o ator Cláudio Ramos, responsável por revolucionar o teatro na cidade, com campanhas memoráveis.  Por diversos anos, entre o final dos anos 90 e o início de 2000, Cláudio movimentou a cena na cidade com peças que nunca saíram da cabeça do divinopolitano, quando ainda as apresentações atraíam centenas de pessoas em todos os espetáculos no Teatron. Tanto que há menos de dois anos voltou à cidade com a peça " Lugar de Mulher" com uma nova montagem e a comédia "O Filho da Mãe", desta vez, no Teatro Gravatá.

Outros estados

Depois de tremendo sucesso em Divinópolis, Cláudio se mudou para o Rio de Janeiro, onde também foi muito prestigiado. Foi sucesso de público ainda nas cidades de Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Canela, Sapiranga, Rio grande e Pelotas durante vitoriosa turnê pelo Sul do País. Voltou à Minas, em especial, a Juiz de Fora,  com a “Minha Sogra é Um Pitbull” em homenagem ao Dias dos Namorados, isso em 2013, pois havia passado pela cidade da Zona da  Mata entre 2010 e 2011. Cláudio Ramos se desdobrava como ninguém ao viver no palco genro e sogra numa comédia rica em referências ao cotidiano da personagem folclórica.

A peça

O espetáculo “Minha Sogra é Um Pitbull” mergulha no universo da comédia de costumes, e tem como ponto de partida a exposição de tipos e situações com os quais a plateia se identifica.

-  Minha Sogra é Um Pitbull virou fenômeno. Há cinco anos rodo por cidades mineiras, além de Niterói e Cabo Frio, sempre com lotações esgotadas. Só em Araxá, Divinópolis,  fomos vistos por mais de 2.500 pessoas. A personagem caiu no gosto do público – disse à época Cláudio Ramos.

De volta

Em homenagem ao Dia da Mulher, em março de 2021, Cláudio Ramos voltou a Divinópolis e apresentou“ Lugar de Mulher” uma sátira ao machismo, no Gravatá. Foram dois dias, na sexta e no domingo e, mais uma vez, sucesso de público.

Novo desafio

No ano passado, Cláudio Ramos usou suas redes sociais para contar uma novidade.

- Bom dia amigos, inspirado na poetisa Cora Coralina, que lançou seu primeiro livro aos 75 anos, criei coragem e me inscrevi no The Voice + 2022 – disse ele em um vídeo postado no Facebook.

Também nas redes sociais, colegas de espetáculos se pronunciaram sobre sua morte.

- É com imensa dor no meu coração, que comunico a morte do meu querido Cláudio Ramos. Que Deus conforte o coração de todos os amigos e familiares – postou Ricardo Silva.

Izabel Dias Miranda também comentou.

- O Céu recebe hoje uma nova estrela. E que estrela!!! Um homem do coração enorme que sempre levou alegria onde passou - enfatizou. 

Comentários
×