Moradores de residenciais que enfrentam ordem de despejo receberão auxílio jurídico e psicológico

Da Redação 

Moradores dos residenciais Jardim Copacabana, Elizabete Nogueira e Vila das Roseiras, em Divinópolis, que receberam ordem de despejo, terão auxílio jurídico e psicológico. Em nota, a advogada Adriana Ferreira se disponibilizou a representar os moradores, de forma gratuita, e informou ainda que a Prefeitura por meio das secretarias municipais de Saúde e Assistência Social realizarão ações nos residenciais.

Confira a nota na íntegra: 

O Prefeito Gleidson Azevedo, a Vice-Prefeita e Secretária de Governo Janete Aparecida, o Secretário Municipal de Saúde Alan Rodrigo da Silva e a Secretária de Desenvolvimento Social Juliana Coelho, além de buscar solução para a questão da moradia dos que estão ocupando irregularmente imóveis desses residenciais, enviarão até vocês equipe de saúde mental* e equipe do CRAS para cadastramento das famílias.

*A intervenção da Secretária Municipal de Saúde se dá em razão das diversas cartas com mensagens de autoextermínio que recebi durante a semana.

P.S: Aqueles que quiserem ser representados por mim, informo que os atenderei na sexta-feira, dia 12/08/2022 a partir das 12h no meu escritório estabelecido na Rua Pernambuco, 559 / Sala 402, Centro, Divinópolis/MG. Informo ainda que o atendimento será pro bono (sem cobrança de honorários).

Os interessados basta comparecer no endereço acima munidos da citação/intimação, cópia e original da certidão de nascimento ou casamento de todos os moradores da casa, carteira de identidade e CPF de todos os moradores da casa, cadastro do CRAS, últimos três meses de movimentação bancária, qualquer que seja a natureza (conta corrente, conta poupança, auxílios do governo, etc.)

Comentários
×