Minas Gerais adere ao novo sistema de transferência de veículos

Nova medida do Ministério da Infraestrutura já foi aplicada em outros cinco estados e será iniciada neste mês

Da Redação

A complicação na hora de comprar ou vender um veículo usado no Brasil promete diminuir a partir deste mês. Passa a valer o novo procedimento de transferência de carros que poderá ser feito entre pessoas físicas através do aplicativo da carteira digital de trânsito.

A nova medida do Ministério da Infraestrutura, dispensa a necessidade reconhecer firma da intenção de venda em cartório, nem efetivar o procedimento no Detran. O serviço de transferência por aplicativo já está disponível no Espírito Santo, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. A expectativa é que todos os Detrans do país adotem o sistema nos próximos meses.

A mudança vai trazer mais celeridade ao processo e era esperado com ansiedade em Minas.

Mesmo com mudança, as vistorias nos veículos vão continuar sendo obrigatórias. Apesar disso, em breve elas vão poder ser realizadas por empresas terceirizadas. É necessário fazer a vistoria no carro com o prazo de 60 dias.

A portaria que vai terceirizar a vistoria já foi publicada. As empresas privadas que se credenciarem ao Detran e fizerem esse processo vão poder fazer a vistoria, que também vai ser eletrônica. O que significa que não precisará de ir ao Detran para fazer a vistoria no carro.

Segurança

O aplicativo vai trazer mecanismos para evitar fraudes, destacando a segurança da operação. Uma vez instalado o aplicativo gov.br, o usuário cria uma conta. Esta será inicialmente uma conta básica, assim a pessoa basta prosseguir no aplicativo com o processo de reconhecimento facial para que ele se torne o perfil prata - o mínimo obrigatório para o uso do sistema de transferência eletrônica. Especialistas garantem que o método é muito seguro.

Comentários
×