Meninos rei

 

BLOCO DE MODA

Wagner Penna

MENINOS REI

 A similaridade do nosso país com a África vai se acentuando, na medida em que os padrões sociais e econômicos entre as duas regiões se aproximam. Se a pobreza e o esgarçamento do tecido social refletem uma realidade triste e, por vezes, desanimadora, a ancestralidade que marca a identidade cultural entre ambos traz animação e orgulho.

   E foi justamente esse ponto o mais destacado no desfile da marca baiana Meninos Rei, durante a São Paulo Fashion Week, dentro do projeto Sarkofa, e que aconteceu na última semana. Pode-se dizer que foi o momento culminante do evento (no quesito desfiles), algo aumentado pelo formato presencial com que a marca se apresentou. 

   A alta energia e a alegria não estavam somente no colorido das estampas (feitas com a técnica e riqueza iconográfica típicas), mas no próprio ambiente do desfile. Todo mundo na expectativa, depois na ebulição do vaivém da passarela e, finalmente, a sensação positiva de que algo novo e representativo está acontecendo com a nossa moda. Amém!

 

 VAIVÉM

  • Reunindo um grupo bacana de criadores de moda, a A.Criem realizou seu primeiro coletivo , em Beagá, reunindo tudo de bom em roupas, objetos para casa, cerâmica, jóias, gastronomia e muito mais. Essa associação de estilista vai longe. Todo feliz da vida, o presidente da entidade, Antonio Diniz, acompanhando tudo de perto ***

 

  • Todo fashionista sabe que , vez ou  outra, a moda elege temas & cores que viram uma febre em determinado momento. Na atual temporada, a cor-febre é o verde bandeira – lançado no circuito mundial pela Bottega Veneta e com o nome dessa grife ficou conhecida lá fora. Quanto ao estilo, a chamada ‘wide leg’, ou calça larga, quase uma saia longa, está em todas as coleções de verão 2021. Anote ***

 

  • PONTO FINAL. A China foi a maior consumidora de artigos de luxo durante os últimos anos. Mas, atualmente, está em posição secundária  no assunto -  por causa da pandemia.Perdeu o primeiro lugar para os Estados Unidos, em 2020. E com o governo chinês desestimulando esse tipo consumo, parece que tão cedo os orientais não irão recuperar o topo do pódio.

 

Comentários
×