Mais light

Mais light 

Não é muito comum, mas começo esta semana sem puxar a orelha de ninguém e nem apontar algumas derrapadas. No entanto, trata-se de apenas uma exceção, pois é uma semana especial cheia de assuntos e eventos que merecem ser falados e comemorados. Afinal, a gravidade da pandemia da covid-19  tomou conta do mundo, custou a vida de milhares de pessoas e deixou sequelas profundas, no corpo e na alma. O isolamento social deixou muita gente longe uma da outra sem poder sequer pegar na mão, ato cordial que existe desde que o mundo é mundo. Poder participar de uma celebração, ainda com todas as medidas preventivas, é algo que nem o mais otimista esperava mesmo quase dois anos depois da disseminação do vírus. Oportunidades únicas para agradecer e, principalmente, celebrar a vida após momentos de incerteza e tanto sofrimento. 

 

Palmas para elas 

Pela primeira vez na história da 48ª Subseção da OAB/Divinópolis, uma mulher assume o comando. Em eleições realizadas neste fim de semana, Ellen Lima, que já era a vice do ex-presidente, Manoel Brandão, foi eleita ao lado de Andréa Borges e vão gerir a entidade nos próximos dois anos. Mais uma prova de que, apesar do machismo ainda impregnado em nossa sociedade, o lugar da mulher é o lugar que ela quiser, sim. E estamos conversados! 

 

É hoje 

Apesar do grito de “É campeão!”, entalado na garganta do torcedor atleticano há 50 anos, ter começado a sair no último domingo, na vitória sobre o Fluminense por 2x1, é nesta noite que ele pode ser ouvido nos quatros cantos de Minas Gerais, em várias regiões do Brasil e do mundo. Para isso, basta que o Flamengo tropece diante do Ceará em partida marcada para as 20h. Em caso de vitória rubro-negra, a comemoração terá que ser adiada por dois dias ‒ na quinta-feira, quando o Galo pega o Bahia. Que seja hoje ou na quinta, o certo é que o apaixonado torcedor do Atlético vive um momento de êxtase e, pode ter certeza, fará uma comemoração nunca vista neste país.  

 

Está chegando 

Depois de um ano sem ser realizada devido à pandemia da covid, a festa mais esperada do ano é aguardada com grande expectativa. Faltam apenas três dias para o Top Of Mind, onde se encontram as empresas que não saem da cabeça do divinopolitano. O evento vem sendo organizado há meses com muito carinho pela direção do Agora, que conta com o apoio da TV Alterosa. O tão esperado brinde à vida e ao sucesso promete ser inesquecível e, se depender do que foi preparado aos convidados e da emoção de finalmente poder celebrar tudo isso, pode ter certeza de que será. 

 

No mesmo dia 

Sexta-feira também é dia de outra homenagem, e merecida, diga-se de passagem. Wander de Sousa, conhecido como Wandinho, a  convite do diretor do Foro, Marlúcio Teixeira de Carvalho, receberá a medalha “Desembargador Hélio Costa”, em solenidade agendada para o salão nobre do Estrela do Oeste, às 19h30. Wandinho, que é empresário, juiz de Paz e também diretor do Estrela, receberá a honraria que é concedida bienalmente às pessoas que tenham prestado relevantes serviços à Justiça, em Minas Gerais. Aplausos. 

 

Com adereços

Foi cantando, sambando  e usando adereços em um vídeo que o prefeito Gleidson Azevedo (PSC) e a vice Janete Aparecida, mesmo partido, anunciaram na última semana que Divinópolis não terá o pré-carnaval.  A alegação para os blocos não saírem às ruas é o coronavírus, que ainda não foi embora, e a quantidade de pessoas de cidades vizinhas que vêm curtir a festa. Além disso, Gleidson citou ainda o temor  a nova variante que assola países da África e da Europa. No entanto, as justificativas não convenceram, ainda, coordenadores e participantes dos blocos.  Eles aguardam uma explicação mais plausível baseada em números e argumentos. Aliás, eles e muita gente que curte a festa. Realmente, os prefeitos têm essa prerrogativa de autorizar ou não, mas falta um argumento melhor. Acreditamos que isso deve ocorrer nos próximos dias, pois certamente o prefeito tem consciência da importância da comunicação bem feita e que chegue a todos.

 

Comentários
×