Jornalista americano é morto na Ucrânia, diz chefe da polícia de Kiev

Outro profissional de imprensa ferido ainda está na zona de combate

Da Agência Brasil

Um jornalista norte-americano foi morto a tiros por forças russas na cidade ucraniana de Irpin, na região de Kiev, e outro ficou ferido, informou o chefe da Polícia Regional de Kiev, Andriy Nyebytov, neste domingo, 13.

Primeiro, Nyebytov disse que Brent Renaud trabalhava para o The New York Times, mas depois explicou que este já havia trabalhado para o jornal e que não estava mais no veículo. Segundo o Times, o jornalista tinha 51 anos.

— Estamos profundamente entristecidos em saber da morte de Brent Renaud. Brent era um talentoso fotógrafo e cineasta que contribuiu para o The New York Times ao longo dos anos — disse o jornal, em comunicado publicado no Twitter por seu porta-voz.

— Embora ele tenha contribuído para o The Times no passado (mais recentemente em 2015), ele não estava atuando em nenhuma redação do The Times na Ucrânia — afirmou. Os relatos iniciais de que ele trabalhava para o Times circularam porque ele estava usando um crachá de imprensa do jornal que havia sido emitido para uma tarefa de muitos anos atrás — afirmou.

Nyebytov disse que Renaud foi baleado pelas forças russas em Irpin, mas não deu mais detalhes do incidente. Ele também não identificou o jornalista ferido.

— Outro jornalista foi ferido. No momento, estamos tentando tirar a vítima da zona de combate — disse Nyebytov em comunicado.

Comentários
×