Imunização de Pfizer avança na cidade

Novas doses chegaram na última semana; Prefeitura caminha para encerrar esquema vacinal

Da Redação

O cronograma de vacinação contra a covid-19 em Divinópolis segue passando por reformulação para antecipar a segunda de Pfizer. O objetivo é garantir o encerramento do esquema vacinal. Ontem, a prefeitura anunciou nova mudança. Quem estava planejado para se imunizar apenas nas próximas semanas pode antecipar a segunda dose.

 

Novas doses

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) começou a distribuição de 1.003.350 doses de vacina contra a covid-19 da Pfizer entregues pelo Ministério da Saúde na última semana. Os imunobiológicos fazem parte do 63º e do 64º lotes. Divinópolis recebeu nestas remessas 11.706 doses do imunizante, sendo 3.708 referentes ao 63º lote, e 7.998 referentes ao 64º. 

As 279 mil doses da 63ª remessa são destinadas à imunização de reforço em 4,4% de pessoas de 60 anos e mais, e em 13% de trabalhadores da saúde. As 724.350 unidades da 64ª remessa serão aplicadas como reforço em 12,7% de pessoas de 60 anos e mais e como primeira dose (D1) em 16,6% de adolescentes.

De acordo com o Governo do Estado, até 5/11, o percentual de cobertura vacinal contra covid-19 com a primeira dose já ultrapassou 88,4% da população acima de 12 anos, e a segunda dose alcança 65,9% desse público. Minas vacinou com a dose de reforço 1.006.254 pessoas.

 

Morte

Mais uma pessoa morreu na cidade em consequência da covid-19. A vítima, conforme a Prefeitura, uma mulher de 52 anos, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e obesidade, não resistiu na última sexta,5.

Essa é a primeira morte confirmada no mês. A média diária de óbitos é a menor do ano.

Desde o início da pandemia, a cidade já registrou 653 mortes pela doença ‒ outras três estão em investigação.

 

Adiantamentos

Novas antecipações no cronograma de vacinação foram anunciadas ontem pela Secretaria de Saúde (Semusa). Divinopolitanos com a segunda dose de Pfizer agendada para o intervalo dos dias 20 de novembro e 4 de dezembro podem adiantar sua imunização. O cadastro já está aberto e deve ser feito pelo site da prefeitura (divinopolis.mg.gov.br/) ou pelo aplicativo App Divinópolis.

A vacinação desse público começou nesta semana.

No dia da vacinação, a pessoa deve ter em mãos: documento de identidade com foto, carteira do SUS, cartão da unidade de Saúde, cartão de vacina e comprovante de endereço. 

— A falta de qualquer um destes documentos impossibilita a vacinação — alerta a Prefeitura.

É essencial a presença de um adulto acompanhando o adolescente para que a vacinação possa ser realizada.

— A Prefeitura solicita a todos que forem se vacinar que respeitem rigorosamente o horário marcado no comprovante de cadastro para que não haja filas e tenha muita atenção ao local indicado no comprovante de cadastro — orienta.

 

Ocupação hospitalar

O índice de ocupação hospitalar de leitos exclusivos para covid cresceu, após ficar abaixo de 10% na semana passada. O motivo é a retirada de leitos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) neste mês.

— É importante ressaltar que a desmobilização dos leitos do Hospital de Campanha, anexo à UPA Padre Roberto, representou diminuição significativa no número de leitos totais na cidade — reforçou a Prefeitura.

A taxa de ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), ontem, era de 22%, com nove pessoas internadas em 41 leitos disponíveis na cidade. Na enfermaria, a taxa é de 16,90%, com 12 leitos ocupados entre os 71 totais do município.

 Confira a situação das UTIs para covid na cidade:

Hospital Santa Mônica: um paciente internado;

Complexo de Saúde São João de Deus: quatro na área do SUS e na área complementar;

Hospital Santa Lúcia: dois;

Hospital São Judas Tadeu: um.

 

Comentários
×