Identificada 265ª vítima da tragédia de Brumadinho

Buscas pelas joias continuam mais de três anos após o rompimento da barragem

Da Agência Minas

Foi identificada mais uma vítima do rompimento da barragem ocorrido em 25 de janeiro de 2019 em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A confirmação foi feita pela Polícia Civil de Minas Gerais nesta terça-feira 3/5.


Trata-se do engenheiro de produção Luís Felipe Alves, que era natural de Jundiaí (SP) e tinha 30 anos na época da tragédia. Segundo a PCMG, a perícia conseguiu a identificação por meio de arcada dentária. 

A ossada foi encontrada na manhã de segunda-feira, 2, pela equipe do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG). Segundo os bombeiros, a localização se deu na área denominada "Esperança 1". Na ocasião, a corporação disse que havia boas possibilidades de uma nova identificação.

Até agora, 265 joias – como as famílias se referem aos entes queridos mortos no desastre – foram identificadas. Cinco ainda não foram localizadas. As buscas continuam há mais de três anos e três meses. 

O rompimento da barragem da Vale S.A. em Brumadinho, em 25 de janeiro de 2019, tirou a vida de 272 pessoas - duas estavam grávidas- e gerou uma série de impactos sociais, ambientais e econômicos na bacia do Rio Paraopeba e em todo o estado de Minas Gerais. O Corpo de Bombeiros segue incansável no trabalho de buscas.

Comentários
×