IBGE contratará 233 pessoas em Divinópolis

Da Redação

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou na quarta-feira, 15, dois editais para contratação temporária de pessoas para trabalhar na organização e na coleta do Censo Demográfico 2022. Serão mais de 200 mil vagas em todo o país e, em Divinópolis serão contratadas 209 pessoas para as vagas de recenseador, 22 para agente censitário supervisor (ACS) e 2 para agente censitário municipal (ACM).

Serão realizados dois processos seletivos. Os editais, com os quadros de distribuição das vagas, remuneração e demais informações estão disponíveis através do site https://conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21 , mantido pela FGV, empresa organizadora dos processos seletivos. 

O Processo Seletivo Simplificado para contratação temporária de recenseadores oferece 209 vagas para recenseador em Divinópolis, sendo que 156 destas vagas serão para ampla concorrência; 42 para são destinadas para pessoas pretas ou pardas (PPP) e 11 para pessoas com deficiência (PcD). 

Já o Processo Seletivo Simplificado para contratação temporária de agente censitário municipal (ACM) e agente censitário supervisor (ACS), oferece 24 vagas para Divinópolis. São 2 vagas para Agente Censitário Municipal (ACM) e 22 para Agente Censitário Supervisor (ACS), sendo que 16 dessas vagas serão para ampla concorrência, 6 destinadas para pessoas pretas ou pardas (PPP) e 2 para pessoas com deficiência. 

As inscrições para ambos os concursos já começaram e vão até dia 29 de dezembro. Para concorrer à função de recenseador, o candidato deve ter nível fundamental completo, e para ACM e ACS, ensino médio concluído.
 
A taxa de inscrição (R$ 60,50 para ACM e ACS, e R$ 57,50 para recenseador) poderá ser paga pela internet ou fisicamente em qualquer banco ou casa lotérica.  As vagas são temporárias e os contratos terão duração prevista de três meses para a função de recenseador e de cinco meses para ACM e ACS, podendo ser renovados de acordo com as necessidades do IBGE.

Os recenseadores são os profissionais que visitarão todos os domicílios do país, entrevistando seus moradores. Eles serão remunerados por produtividade, de acordo com a quantidade de residências visitadas e pessoas recenseadas, considerando ainda a taxa de remuneração de cada setor censitário, o tipo de questionário preenchido (básico ou amostra) e o registro no controle da coleta de dados. É possível fazer uma estimativa de remuneração no link https://censo2022.ibge.gov.br/trabalhe-no-censo/estimativa-de-remuneracao.html.

Para os supervisores, o salário varia de R$ 1.700 a R$ 2.100. Além do salário, ACM e ACS terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação em vigor e conforme o estabelecido no edital.

As provas serão aplicadas no dia 27 de março de 2022, no período da manhã para recenseadores e, no período da tarde, para ACM e ACS. Essa diferença de horários permite ao candidato participar dos dois processos seletivos. O cronograma detalhado de ambos os processos seletivos está disponível nos editais.

Estima-se que mais de 71 milhões de endereços serão visitados pelos recenseadores nos 5.570 municípios do país. A pesquisa revelará entre outras informações, as características dos domicílios, identificação étnico-racial, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, deficiência, migração interna ou internacional, educação, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento, deslocamento para trabalho, mortalidade e autismo. Realizado a cada dez anos, o Censo Demográfico é a principal fonte de referência para o conhecimento das condições de vida da população em todos os municípios do país.

Comentários
×