Heineken deve definir sede da nova fábrica em duas semanas, diz secretário

Passos e Uberaba foram apontadas como escolhidas, mas ainda não há confirmação; Divinópolis e outras cidades da região estão no páreo

 

Bruno Bueno

A disputa de aproximadamente 200 cidades de Minas Gerais para receber a sede da nova fábrica da cervejaria Heineken segue a todo vapor. O jornal Folha Regional de Passos chegou a anunciar na última terça que o município escolhido seria a cidade do Sudoeste de Minas. O Jornal de Uberaba, por sua vez, bateu o martelo e afirmou que a cidade do Triângulo Mineiro é que vai receber as instalações. As informações, no entanto, não são oficiais.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Uberaba, Rui Ramos, a decisão será divulgada pela empresa em cerca de duas semanas. A diretoria de Atração de Investimentos da Agência de Promoção do Estado negou que a escolha já tenha sido feita.

 

Passos

A informação que Passos, cidade localizada a 230 km de Divinópolis, iria sediar a nova sede da cervejaria foi divulgada na terça-feira pelo jornalista Rômulo Leandro do Jornal Folha Regional. No texto, ele garante que uma fonte ligada à empresa confirmou que o anúncio seria feito ontem.

— Rômulo, é oficial, amanhã estaremos em Passos para fazermos o comunicado oficial. Nossa sede em Minas Gerais será próximo ao Lago de Furnas, às margens da MG-050 — teria dito a fonte ao jornalista. 

Ainda segundo o profissional, representantes da Heineken se reuniram com autoridades de Passos quando as  negociações avançaram.

 

Uberaba

No mesmo dia, o Jornal de Uberaba noticiou que o governador do Estado, Romeu Zema (Novo), deverá anunciar a sede da cervejaria no município. A publicação foi feita na Coluna Bastidores, assinada pelo editor-chefe do jornal, Lawrence Borges.

— De acordo com fontes da Coluna Bastidores, o governador anunciaria a ida da Heineken para Uberaba na abertura da ABCZ. Articuladores sustentam que a fábrica já escolheu a área que fica localizada a 2 km do Grupo Petrópolis — diz o texto. 

 

Em entrevista ao Jornal da Manhã, outro veículo de imprensa da cidade, a prefeita de Uberaba, Elisa Araújo (SD), negou a informação.

— O diretor da Heineken nos garantiu que não procede. O anúncio oficial ainda não foi feito —  declarou.

 

Heineken

Em resposta ao Agora, a assessoria de imprensa da cervejaria Heineken não comentou sobre as especulações de instalação nas duas cidades. Limitou-se a dizer que o anúncio só será divulgado assim que houver a definição do local.

— O Grupo Heineken reitera seu posicionamento neste momento: a instituição reafirma seu compromisso com o estado de Minas Gerais e, tão logo seja definido, anunciará o novo local em que será instalada sua cervejaria — disse.

 

Entenda

Em dezembro do ano passado, a cervejaria Heineken desistiu de construir sua nova fábrica em Pedro Leopoldo, cidade que fica na região Metropolitana de Belo Horizonte. O empreendimento recebeu críticas por ser construído em um terreno próximo à Área de Proteção Ambiental (APA) de Lagoa Santa. Em 1975, o crânio mais antigo das Américas, “Luzia”, com cerca de 12.500 a 13.000 anos, foi encontrado no local. 

Desde então, mais de 200 municípios se candidataram como nova sede. A empresa divulgou que várias questões, especialmente ambientais, seriam analisadas para escolher a cidade. O investimento previsto é de R$ 1,8 bilhão. A produção será de 760 milhões de litros por ano, sendo responsável pelo atendimento a toda a região Sudeste.

 

Divinópolis

Uma das prefeituras que se dispôs a receber a empresa foi Divinópolis. O prefeito Gleidson Azevedo (PSC) entrou em contato com a diretoria da cervejaria apresentando as vantagens em sediar a fábrica no município.

A companhia de bebidas destacou a importância da água como insumo fundamental para a produção. Uma área de grande porte, próxima a um rio despoluído de alta vazão, também são critérios definidos.

— A manifestação de interesse em receber a planta produtiva da Heineken apresenta apontamento de áreas de Divinópolis com porte demandado localizadas próximas do fluxo hídrico, detalhamentos geológicos de águas subterrâneas da região, informações sobre a Bacia Hidrográfica do Rio Pará, bem como dados socioeconômicos — disse à Prefeitura na época.

Neste ano, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo enviou novas informações para a empresa. Cinco possíveis áreas foram oferecidas.

— Além de apresentar os terrenos, disponibilizamos informações topográficas, viárias, presença de áreas de proteção permanente e servidão de passagem ferroviária e elétrica. Com essas informações a empresa passa a ter ainda mais subsídio para considerar Divinópolis como um potencial destino da nova planta da cervejaria —  destacou Luiz Angelo Gonçalves, secretário responsável pela pasta.

 

Outras cidades

Além de Divinópolis, outras cidades da região Centro-Oeste se ofereceram para receber a nova sede da Heineken. Em nota divulgada à imprensa no ano passado, a Prefeitura de Itaúna confirmou que a cidade formalizou o interesse em receber a Heineken.

— A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico fez contato direto com os gestores da empresa. Em questão foram abordados os fatores socioeconômicos que credenciam Itaúna para ser sede da fábrica, bem como os investimentos infraestruturais feitos nos últimos anos, os em execução e os investimentos que ainda serão feitos — ressaltou à época.

Impulsionado pelas outras cidades, Santo Antônio do Monte comunicou a mesma intenção.

— Esse é um empreendimento que potencializa diversas cadeias produtivas, com alta geração de novos postos de emprego e receita fiscal muito relevante. Fica a expectativa para que esta renomada empresa possa se instalar em nosso município, visando ao crescimento econômico e social — justificou à época.

 

Formiga não ficou de fora

— A cidade demonstrou interesse e no contato destacou os diferenciais da nossa cidade, dentre eles a posição geográfica privilegiada, possibilitando escoamento da produção e recebimento de insumos, o que gera grande diferencial logístico, bem como aspectos relacionados ao desenvolvimento municipal, visto que a cidade é a sétima mais bem colocada no estado com base no índice Firjan — divulgou à época.

 

Comentários
×