Governo reforça ações de apoio aos municípios mineiros atingidos pelas chuvas

Secretaria de Desenvolvimento Social trabalha no suporte a gestores e equipes técnicas das cidades

Representantes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) se reuniram, nesta sexta-feira, 13, com os coordenadores dos Centros de Referência em Direitos Humanos (CRDH), para tratar da atuação junto aos municípios em situação de emergência por causa das chuvas. Os centros são unidades estaduais, de execução indireta, que focam na promoção e proteção dos direitos humanos. Dessa forma, trabalham para assegurar o acesso à Justiça para além do acesso ao Judiciário, possibilitando formação e produção de conhecimentos acerca dos direitos dos povos atendidos. Atualmente os centros funcionam nas regiões da Zona da Mata, Mucuri, Sul e Norte de Minas Gerais.

Vale lembrar que os centros são unidades estaduais, de execução indireta, que focam na promoção e proteção dos direitos humanos. A proposta é assegurar o acesso não apenas à justiça, mas à formação e produção de conhecimentos sobre os direitos dos povos atendidos. Atualmente, os centros funcionam nas regiões da Zona da Mata, Mucuri, Sul e Norte de Minas Gerais.

No encontro, além do alinhamento sobre a situação atual no período chuvoso, foi abordada a ação em conjunto das diretorias regionais da Sedese em Juiz de Fora, Teófilo Otoni, Varginha e Montes Claros e os Centros de Referência em Direitos Humanos nessas regiões. A atividade em parceria tem como base as diretrizes e protocolos já seguidos pela Sedese e está em sintonia com as ações executadas em parcerias com outros órgãos.

Integração

Diante das fortes chuvas que têm afetado Minas Gerais, a Sedese tem intensificado as ações de apoio aos municípios e o atendimento a famílias atingidas. Uma dessas ações é a integração de esforços institucionais, com o objetivo de fazer chegar rapidamente a quem mais precisa, a ajuda necessária diante dos impactos provocados pelas chuvas intensas no estado.

A atuação da Sedese ocorre por meio do apoio aos gestores municipais e equipe técnica dos municípios atingidos, realizado pelas diretorias regionais e pela equipe da Subsecretaria de Assistência Social ao longo de todo o período chuvoso.

Por meio de suas estruturas em Belo Horizonte e no interior do estado, a secretaria também mantém articulação com diversos parceiros, como a Defesa Civil Estadual, o Serviço Social Autônomo (Servas), a Cruz Vermelha e Ministério Público Estadual, de forma a viabilizar o apoio rápido às famílias em situação de vulnerabilidade atingidas pelas chuvas.

SOS Chuvas 

Na reunião desta sexta-feira, que representa uma das ações de integração de esforços institucionais, também foi alinhada a participação dos centros de referência no apoio à SOS Chuvas. A campanha, que é uma parceria entre a Cruz Vermelha Brasileira Filial Minas Gerais e o Servas, tem como objetivo auxiliar a população mais vulnerável em cidades que tiveram ocorrências provocadas pelas chuvas. Além das duas instituições que já atuam por meio de ações de causa humanitária em todo o estado de Minas Gerais, a iniciativa conta, ainda, com o apoio do Governo do Estado, Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec-MG).

Para ajudar com qualquer valor, basta fazer um Pix para a chave [email protected]. No aplicativo do banco, aparecerá o nome da Cruz Vermelha Brasileira – Filial Minas Gerais. O dinheiro é transferido direto para a conta da SOS Chuvas.

A quantia vai abastecer os cartões humanitários que serão distribuídos nas cidades atingidas pelas chuvas. Eles têm duas modalidades de crédito: o cartão alimentação, para a compra de alimentos, materiais de limpeza e higiene, e o cartão construção, para adquirir telhas e outros materiais para reparo ou reconstrução de imóveis danificados.

Confira os endereços dos Centros de Referência em Direitos Humanos:

CRDH Mata

Endereço: Rua Vitorino Braga, 126 B, bairro Vitorino Braga, Juiz de Fora

Telefone: (32) 3236-8427

Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

 

CRDH Mucuri

Endereço: Rua Floriano Peixoto, 221, bairro Manoel

Pimenta, Teófilo Otoni

Telefones: (33) 3521-3015 e (33) 99177-9094 (Whatsapp)

Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

 

CRDH Sul

Endereço: Praça Dr. Augusto Valadão, 71, bairro Centro/Chapada, Alfenas

Telefone: (35) 3292-2590

Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

 

CRDH Norte

Endereço: Rua Gentil Dias, 462, bairro Cândida Câmara, Montes Claros

Telefone: (38) 99725-3924

Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

 

Comentários
×