Garoto criado na Escolinha do Flamengo é inscrito pelo Atlético para a Libertadores

Esporte pela Cidade

 

José Carlos de Oliveira

 

[email protected]

[email protected]

 

Garoto criado na Escolinha do Flamengo é inscrito pelo Atlético para a Libertadores

 

Carlos Eduardo chegou à escolinha do rubro-negro de Mendes Mourão ainda criança

O Atlético está no Grupo D da Copa Libertadores 2022 e terá como adversários na fase de grupos o América Mineiro, o Independiente Del Valle (Equador) e o Tolima (Colômbia). A estreia alvinegra será contra os colombianos, hoje, a partir das 21h (de Brasília), em partida que acontece no Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué, na Colômbia.

Pouco antes do embarque para a Colômbia, o técnico argentino Antônio “Turco” Mohamed relacionou os 50 jogadores que seriam inscritos para a disputa do torneio continental, com destaque para muitos garotos das categorias de base do clube. 

Entre os nomes que seguiram para a Conmebol estão o goleiro Gabriel Átila, o lateral direito Carlos Daniel, o zagueiro Rômulo, os meio campistas Caio Ribas, Carlos Eduardo (Cadu), Daniel Borges, Gabriel Souza, Júlio César, Emanuel Pereira, Yan Phillipe, Vitinho e Vitor Lim, além dos atacantes Matheus Araújo e Vitinho.

 

Cria do rubro-negro de Mendes Mourão

E a família Flamengo de Divinópolis tem motivos para festejar, pois entre os jovens que terão sua primeira oportunidade de disputar (caso seja preciso utilizar a base) a Libertadores está um garoto que começou na escolinha do rubro-negro de Mendes Mourão: o meia atacante Cadu.

 

Trajetória

Carlos Eduardo Castro, o Cadu, chegou à Escola de Futebol Flamengo, em Mendes Mourão, aos oito anos de idade, indicado pelo técnico “Baba”, e iniciou os trabalhos ainda criança. Ele ficou no rubro-negro durante cinco anos – foi campeão mineiro no Imef, campeão da Copa Ouro, artilheiro e melhor atleta da competição. 

Foi convidado para se transferir para a Cidade do Galo quando tinha 13 anos de idade e, nesse tempo – cerca de quatro anos e meio – integra elencos das categorias de base alvinegra. Foi um dos destaques do time juvenil na última temporada, jogando como meia-atacante.

 

Campeonato de futebol society do Clube dos Servidores teve cinco jogos no fim de semana

O Campeonato de Futebol Society Lugo Esportes, do Clube dos Servidores Municipais (CSM) teve um fim de semana agitado, com cinco partidas no sábado, 2, e domingo, 3.  O destaque da rodada ficou para a categoria máster, que registrou goleada, e para o equilíbrio entre os times do adulto. Nos dois duelos válidos pela categoria de veteranos, oito gols foram marcados.

 

Confrontos do sábado

A bola começou a rolar pelo society do CSM na tarde de sábado, quando três confrontos foram disputados. Na primeira partida da tarde, duelo equilibrado entre os times adultos da Griphy Sports e do Pão de Queijo Vó Joana, que terminou com vitória da Griphy Sports pela contagem mínima, com Iago marcando o único gol. O atleta Felipe Sales foi o nome do jogo.

Em seguida se enfrentaram, pela categoria de veteranos, Leblon e DH Turno, com o resultado final mostrando um empate em 2 a 2. Boneco, o destaque do confronto, marcou dois gols para o DH Torno, com Daniel e Misael balançando as redes pelo Leblon.

Fechando a tarde de futebol no Clube dos Servidores, foi disputada uma partida pela categoria máster, a única do fim de semana, que terminou com goleada de 5 a 2 a favor do Novum Têxtil sobre a Vivenda Doce Café. Free, Marcinho (duas vezes), Rogério e Teti marcaram para a equipe vencedora, com Edimar e Alisson diminuindo o prejuízo para o Vivenda.  Marcinho foi o destaque do duelo.

 

Jogos do Domingo

Duas partidas foram disputadas na manhã de domingo no CSM. Pela categoria de veteranos, a equipes da Splash Car fez 3 a 1 para cima da Gesso Minas. Zumbi foi o destaque do confronto, com dois gols anotados, e Mineira marcou o outro para os vencedores, com Daniboy anotando o tento de honra do Gesso Minas.

Encerrando os jogos do fim de semana, o time adulto do Latino Multimarcas ganhou da Construborges por 1 a 0. Renan marcou o gol e também foi o destaque do duelo.

 

 

Instituto Helena Antipoff marca presença em caminhada de conscientização sobre o autismo

Assistidos, famílias e colaboradores do Instituto Helena Antipoff (IHA), em Divinópolis, participaram, no sábado, 2, da 1ª Caminhada de Conscientização e Inclusão dos Autistas (TEA), na data que celebra o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. O objetivo da caminhada foi promover ações de inclusão e em defesa dos direitos das pessoas que convivem com essa condição genética.

 

Banda da PM

Após a caminhada, os participantes se concentraram na Praça do Santuário, onde a banda de música da Polícia Militar (PM) se apresentou em apoio à causa. Os assistidos do projeto, alunos de bateria e percussão do Instituto, o MusicalIHA, também tocaram em defesa da inclusão e mostraram seus talentos na música.

 

Atrações

As ações educativas contaram também com a presença da dupla Pimpão e Fumaça, dos Doutores Palhaços, da presidente do Lions Clube Divinópolis Pioneiro, Carla Marques, de autoridades municipais, como os vereadores Flávio Marra, Ney Burguer e Lohanna França, e o prefeito Gleidson Azevedo.

O presidente do IHA, Juliano Vilela, destacou a importância de a sociedade, como um todo, abraçar a causa dos autistas e o trabalho que é desenvolvido pelo Instituto, oferecendo um atendimento de qualidade às famílias que possuem membros com deficiências.

— Viemos para a rua justamente para conscientizar as pessoas sobre essa condição genética. Quem convive com a alteração precisa ser assistido, acolhido e incluído na nossa sociedade, inclusive com seus direitos garantidos — defendeu.

Uma das idealizadoras das ações foi a presidente da Associação Amiga do Autismo, Vivian Alvarenga, que explica um pouco do trabalho que é desenvolvido pelo grupo.

— A gente quer dar visibilidade para que as pessoas conheçam o que é o autismo. Até fazer parte da minha vida há pouco tempo, eu mesmo desconhecia. Queremos panfletar, levar informações, lutar contra o preconceito e chamar todos para a defesa da inclusão — ressaltou.

 

Comentários
×