Força-tarefa retira material acumulado no quarteirão fechado da rua São Paulo

Material acumulado foi retirado do local.

Da Redação

A Prefeitura de Divinópolis, realizou hoje, 16, nos quarteirões fechados da rua São Paulo, uma operação coordenada pelo Gabinete do Prefeito, para tratar a questão das pessoas em situação de rua e dos entulhos acumulados por elas no local. 

Esta operação contou com a participação das secretarias municipais de Assistência Social, Operações e Serviços Urbanos, Trânsito, Meio Ambiente e Saúde, que realizaram o acolhimento dos usuários e limpeza da rua.

A secretária de Assistência Social, Juliana Coelho, informou que a ação realizada hoje teve foco na retirada do material que está sendo acumulado nas ruas, com foco na desobstrução das vias.

— Todas as pessoas em situação de rua hoje, em Divinópolis, contam com cinco serviços distintos para atendimento direto a eles, três casas disponíveis e com vagas abertas. Hoje, na parte da manhã, a equipe de abordagem passou novamente e conversou com os três moradores, todos foram amparados — informou. 

Juliana lembrou que a tarefa não é fácil.

—Nossa equipe de abordagem está em contato frequente com todas as pessoas em situação de rua, estão todos cadastrados, monitorados, mas é uma questão delicada. O trabalho pode acontecer por semanas ou meses e, em média, são necessários seis meses de atuação para que estas pessoas consigam sair desta situação. Os técnicos criam um plano de acompanhamento individual de cada indivíduo, para que ele possa ter dignidade — destacou.

Na ação de hoje, 16, foram retiradas três caminhonetes de entulhos da via e, na parte da tarde, nenhum morador de rua foi encontrado no local. 

Nos próximos dias, serão intensificadas ações de abordagem e acolhimento as pessoas que ocupam o local com oferecimento dos serviços da área social e saúde, campanhas educativas esclarecendo a população sobre a importância de não dar esmolas, limpeza e retirada dos materiais, parcerias com o comércio e moradores do entorno, dentre outras ações.

Comentários
×