Fim de semana romântico será de horário especial

Empresários confiantes nas vendas; flores ainda são uma boa pedida

 

Da Redação 

O dia 12 de junho é considerado importante para o comércio, só perde para o Natal e Dia das Mães. Depois de dois anos atípicos, devido às privações da pandemia, os empresários estão otimistas quanto às datas comemorativas no decorrer do ano. Acreditam que será regular e esperam faturar o dobro em relação ao ano passado. 

Para impulsionar ainda mais as vendas no varejo, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Divinópolis divulgou, na última terça-feira, a convenção coletiva de trabalho autorizando ao comércio a convocação dos funcionários para o trabalho neste sábado, 11, véspera do Dia dos Namorados.

Nesta data, o comércio da cidade poderá funcionar em horário especial, conforme acordo firmado entre o Sindicato do Comércio Varejista de Divinópolis e Sindicato dos Empregados no Comércio Varejista e Atacadista de Divinópolis, autorizando o trabalho das 9 às 18h.

— Com a possibilidade de ampliação do horário, esperamos um ótimo movimento já a partir desta sexta. Já no sábado, como de costume, esperamos ainda mais pessoas, por isso já estamos nos preparando para melhor atender nossos clientes e amigos — disse a empresária do ramo de calçados Cláudia Silva. 

 

Regras 

O documento traz em seu texto as formas de compensação das horas extras trabalhadas.

As horas excedentes à jornada semanal de 44 horas poderão ser compensadas com folgas em igual número de horas, nos termos da convenção coletiva de trabalho, ou pagas com um adicional de 70% em relação à hora normal, se pagas dentro do prazo previsto para compensação, ou com 100% em relação à hora normal, se pagas fora do referido prazo.

Aos empregados que trabalharem no referido sábado fica assegurado o fornecimento de um lanche por parte do empregador, ou o reembolso no valor de R$ 5, até o fim do expediente do referido dia.

 

Demais dias 

Os lojistas que desejarem, poderão ampliar em até duas horas diárias a jornada de seus funcionários compensando as referidas horas nos termos do artigo 59, § 5º da CLT, ou pagas com o adicional aplicável.

Não será permitido o trabalho no comércio no dia 12 de junho, com exceção daquelas empresas que habitualmente adotam o domingo como dia de trabalho.

Recomenda-se às empresas entrarem em contato com seus contadores e advogados para verificar sobre a utilização de banco de horas, pagamento e compensação de horas extras decorrente do trabalho no horário especial.

 

Expectativa 

O Dia dos Namorados é uma das principais datas para o comércio. A expectativa é de que sejam injetados cerca de R$ 18,06 bilhões na economia no país, como aponta pesquisa da Câmara Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL)/SPC Brasil.

Em média, o consumidor brasileiro deve desembolsar R$ 196 com os presentes do Dia dos Namorados, sendo que esse valor aumenta para R$ 234 entre as pessoas das classes A e B.

 

Presentes

Segundo levantamentos da CNDL, neste ano, os presentes mais procurados serão roupas, perfumes, cosméticos e maquiagem, calçados, jantar, bombons e chocolates.

Mas, por outro lado, ainda existem aqueles amantes à moda antiga, que mandam flores. E também há aquelas mulheres que se derretem diante de um buquê de rosas. Assim, nesta época, o segmento de floricultura também não deixa de faturar.

 — Estamos no mercado há vários anos e já temos uma clientela já formada, mas que não impede que novas gerações venham a ser também nossas consumidoras. Nesta época do ano, as cestas de café da manhã, com valores entre R$ 100 e R$ 250, são as mais procuradas. Os tradicionais buquês de rosas vêm em segundo lugar. O de 12 rosas sai a R$ 160 e o que vai com seis é comercializado a R$ 100. Esperamos um aumento de vendas na casa dos 15 a 20%, lembrando que, apesar de para muitos presentear com rosas ser coisa do passado,  o setor ainda continua sendo bem lembrado em datas comemorativas — avaliou o gerente de tradicional loja do ramo, Guilherme de Freitas Martins.

 

Comentários
×