Festa música, flores e palmas

 

 Festa música, flores e palmas

 Ainda e sempre

 

 Eis que passou mais um ano de aniversário de Divinópolis, desta vez, completando 110 anos de feliz existência. E a data, agora sob a competente administração do prefeito Gleidson Azevedo, a cidade ganha foros de destacada cidadania conquistada pelo respeitável conjunto de cidadãos que assinaram o comando da cidade a seu tempo. 

O tradicional desfile de 1º de junho foi comentado e elogiado pela organização e beleza, daí que elogios dos assistentes não economizou elogios.

 Também a vizinha amiga, São Sebastião do Oeste, Itapecerica. Daí que ouvimos com unção em elogiáveis bandas de música, o Hino a Divinópolis.

...E a festa de aniversário continuou por cerca de uma semana. A casa da união exibiu números artísticos que mereceram justos aplausos. Daí pra frente, é só festa e mais festa. 

Outra que despertou emoção foi a Banda de Música e mais dobrados e sambinhas ligeiros. Uma festa!

Impossível não abrir a cena para a beleza da apresentação de flores de Holambra de toda a coleção e beleza e… Nós, mulheres comprando… Comprando… E admirando e escolhendo… E cooperando com ajuda aos necessitados da cidade. 

Vi uma bela cena que vale contar e gravar, inesquecível que foi: duas senhoras alinhadas e educadas disputando um vaso de flores, na verdade maravilhosas e raras e... Roxas. Beleza pura! A vencedora prometeu dar para a contendora uma muda da preciosa...

_______________________________________________

 

Do leitor Flávio Corrêa. Este jornal Agora, no momento sob nossa participação, recebe o respeitável depoimento sobre a passagem do Cel. Pedro Magalhães Faria, que hora nos deixa . As palavras de Flávio comoveram a tantos que manifestaram a tantos que conheceram o homenageado.

 


Hino Oficial de
Divinópolis
Letra e Música
Dr. José Pereira Brasil


Das terras do Oeste, princesa altaneira
Cidade-Oficina, de filhos leais,
És tu Divinópolis, bem brasileira
Parcela fecunda de Minas Gerais.
Cidade-Esperança, tu sonhas e anseias
Por lindo futuro de veraz grandeza,
Em que colhas tudo o que hoje semeias
Com os olhos em alvo na tua realeza.
Sadio é o civismo que anima tua gente
Afeita ao trabalho, à conquista do pão.
E o Itapecerica, em sua gleba virente,
Deriva em murmúrio que é quase oração.
Fazendo da fé e da fraternidade
Um hino sonoro que só paz ensina,
Do céu foi que veio teu nome, cidade.
Crismando-te ao berço: “Cidade-Divina

De Minas Gerais”

i

 

i




 

 

Comentários
×