Ferido em briga de torcidas é transferido para Divinópolis

Vítima está em estado grave no São João de Deus após se envolver em confronto sangrento na BR-381

 

Bruno Bueno

A briga entre torcedores do Cruzeiro e Palmeiras na BR-381, em Carmópolis de Minas, na manhã de ontem, deixou marcas sangrentas. Até o fechamento desta página, por volta das 18h, o número de feridos chegava a 12.

Um deles, em estado grave, precisou ser encaminhado para o Complexo de Saúde São João de Deus, em Divinópolis. A assessoria da unidade confirmou a informação apurada pelo Agora no fim da tarde de ontem.

Entenda

Os integrantes das torcidas organizadas Máfia Azul (Cruzeiro) e Mancha Verde (Palmeiras) se encontraram no fim da manhã de ontem entre as cidades de Carmópolis de Minas e Oliveira. Os mineiros estavam a caminho de Campinas-SP, local da partida do Cruzeiro diante da Ponte Preta. Já os paulistas vinham para Belo Horizonte para assistir o confronto do Palmeiras com o Atlético.

Ainda não se sabe o motivo da briga e nem como ela começou. 

Feridos

Informações da Polícia Militar afirmam que oito torcedores do Palmeiras foram encaminhados para a Santa Casa de Carmópolis de Minas. Cinco receberam atendimento, apresentaram escoriações e luxações, e receberam alta.

Dois foram levados para o Hospital Regional de Betim com fraturas no braço. Um foi encaminhado, em estado grave, com contusão torácica, para Divinópolis.

As outras quatro vítimas cruzeirenses foram atingidas por tiros de arma de fogo e encaminhadas para o Hospital de Oliveira. Testemunhas afirmam que eles foram alvejados nas pernas e já receberam alta.

Escolta

Quarenta e cinco torcedores do Palmeiras envolvidos na briga foram escoltados na tarde de ontem para a capital mineira. O trabalho da PM começou a partir do pedágio de Itatiaiuçu, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

Seis ônibus estavam parados às margens da rodovia no momento da confusão. Um deles foi vistoriado pela PM. Nenhuma arma foi encontrada no ônibus. Os torcedores também passaram por revista e nenhum deles estava com revólveres. Eles foram encaminhados para a delegacia da cidade, onde o registro do boletim de ocorrência foi lavrado. Todos os 45 homens responderão por rixa. 

Outros envolvidos

Os passageiros dos outros cinco veículos envolvidos no tumulto foram encaminhados para as delegacias de Lavras e Oliveira. Os veículos também foram vistoriados, assim como os torcedores. 

Aqueles que estavam armados podem responder por tentativa de homicídio. A PRF ainda não sabe quantas pessoas tiveram envolvimento no tumulto.

Vingança

Torcedores da Mancha Verde prometem vingança contra os membros da Máfia Azul. Pelo menos é o que afirmam os áudios que circulam em grupos de aplicativos de mensagens. 

— O que falei pra você... que o bagulho iria feder. Sabe quantos ônibus estão saindo aqui agora para Campinas atrás desses caras? Dez! Já mandaram mensagem aqui para catar os caras da Máfia (Azul) — disse um torcedor. 

 

Comentários
×