Farmacinha em Divinópolis tem 35 medicamentos em falta

Atraso na entrega e licitações sem interessadas são principais causas, detalha Prefeitura.

A Farmácia Central, em Divinópolis está com 35 (13,30%) medicamentos em falta. Entretanto, o número de medicamentos disponibilizados pela Prefeitura de Divinópolis, por meio da unidade, é superior a 260. Os remédios estão disponíveis para qualquer cidadão, de forma gratuita.

A gerente de Assistência Farmacêutica, Thays Mendonça, esclarece os motivos da falta dos medicamentos na Farmácia Central.

— Um dos principais motivos para essa falta é o atraso da entrega dos fornecedores, o que sobrecarrega o sistema e gera esse problema. Além disso, existem algumas compras frustradas, ou seja, a licitação “dá deserta”, termo utilizado quando não aparecem empresas interessadas na venda dos medicamentos — pontuou.

A lista de medicamentos em falta no município está disponível na página inicial Site da Prefeitura, e pode ser acessada ao clicar na aba “Medicamentos em Falta”, na parte superior do site.

Comentários
×