Falta de compromisso

Batendo Bola | José Carlos de Oliveira

 

 

Falta de compromisso

Não me interessa os problemas de ninguém e nem me importa se determinada pessoa tem ou não dificuldades para cumprir com seus compromissos. Desde que assumimos alguma posição, todos temos mais é que arcar com nossas responsabilidades, doa a quem doer. É sim, sim. Não, não. Sem meio termo.

 

Pegou mal

E nesta história da desclassificação do Azulão Boca Jusa / Carvão São José do Mineiro Amador pegou muito mal para os atletas envolvidos, que estavam inscritos para a competição e não compareceram aos jogos, prejudicando o time e seus companheiros.

Quem não quer cumprir com o que foi acordado, que não assuma nenhum compromisso. E ponto final. 

 

E tem mais

Não era somente o nome do Azulão Boca Jusa que estava em jogo na disputa do Mineiro Amador 2022, não, pelo contrário, era todo o futebol da cidade e isso também tinha que ser levado em consideração por todos os envolvidos. 

 

Show da China Azul 

E nem adianta os adversários tentarem se justificar, porque salta aos olhos de todos o show que vem dando a China Azul na Série B deste ano, ao lotar estádios onde quer que esteja e ao empurrar a Raposa rumo às vitórias e à tão sonhada volta à elite do futebol brasileiro. 

Nesse ano, não tem pra ninguém. A torcida do Cruzeiro é soberana e são os números que atestam.

 

No Horto

Duas partidas aconteceram no mesmo local no fim de semana. Foi na Arena Independência, em Belo Horizonte, e a diferença entre os dois públicos e rendas mostram a realidade do futebol mineiro na atual temporada, em se tratando da fidelidade dos torcedores dos três grandes clubes das Minas Gerais.

Enquanto na noite de sexta-feira, no ingrato horário de 21h30, a torcida celeste lotou as dependências do Independência, com 21.228 torcedores pagando ingresso para ver a vitória azul por 4 a 0 sobre o Náutico, renda de R$ 600.345,33; no clássico de domingo, às 16h, entre Atlético e América, apenas 7.016 torcedores foram ao estádio, proporcionado uma arrecadação de R$ 286.805,00.

A diferença é gigantesca e não pode ser ignorada.

 

Sem desculpa

E não me venham agora com desculpas esfarrapadas sobre o atual momento dos dois times, porque isso não cola. O duelo do domingo entre os dois era um clássico estadual, valendo pela elite nacional, e tinha muito mais que três pontos em jogo. Galo e Coelho continuam na briga por uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem, e esse é o único sonho que ainda pode mover as duas torcidas neste resto de ano. 

 

Caravana Azul a caminho

A torcida celeste de Divinópolis e da região Centro-Oeste das Minas Gerais ganharam um grande presente da SAF estrelada. Para o domingo, 4, no jogo que pode sacramentar o retorno do Cruzeiro à Série A (mesmo que não seja matemático ainda) a caravana do Cruzeiro, que percorre o interior mineiro, marcará presença em Divinópolis, com grandes atrações para a China Azul, e com o melhor de tudo, com um jogão ao vivo num telão, entre Cruzeiro e Criciúma, que pode deixar a Raposa ainda mais perto de seu principal objetivo em 2022: o acesso à Série A. Com programação ainda a ser divulgada, a Caravana do Cruzeiro deve desembarcar em Divinópolis ainda no sábado, 3, com muitas atrações para os torcedores.

 

[email protected]

Comentários
×