Ex-atacante do Guarani é o camisa 1 do Quilombo

Invasão e destruição a campo de futebol da comunidade de Quilombo vira caso de Polícia

 

José Carlos de Oliveira

Os times das comunidades rurais de Divinópolis continuam se movimentando nos bastidores para tornar o campeonato rural 2021, que teve seu início adiado para 15 de janeiro do ano que vem, um dos mais fortes e concorridos dos últimos tempos. Organizado nas últimas temporadas pelas próprias equipes e seus representantes, o torneio volta agora a ter a chancela da Prefeitura de Divinópolis, sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Esportes e Juventude (Semej). 

E com uma boa novidade para os times das comunidades rurais. Por meio de emenda parlamentar do deputado federal Domingos Sávio (PSDB), verba foi destinada para ajudar na promoção e organização da competição. Por outro lado, a  Semej arca com todas as despesas do torneio e ainda doa a cada time um jogo completo de camisas.

O campeonato teria início no último sábado, mas, com a primeira rodada adiada para janeiro, os times ganharam mais um tempo para se preparem para a disputa. E muitas novidades estão aguardando os torcedores no campeonato no ano que vem, com todas as equipes conseguindo fortalecer seus elencos com bons jogadores.

 

Finais no Farião?

Pelo regulamento aprovado para o campeonato, os dois finalistas decidem o título em jogos de ida e volta, com cada equipe tendo um mando de campo, mas agora surge uma nova alternativa para a decisão do Rural. Nos bastidores discute-se a possibilidade de as duas partidas serem realizadas no estádio Waldemar Teixeira de Faria, o Farião, campo do Guarani, no bairro Porto Velho. A iniciativa tem o apoio do diretor da Secretaria Municipal de Esportes e Juventude (Semej), Wesley Oliveira, mas, para dar certo, é necessário o aval de todos os representantes de equipes.

 

Novidade no gol 

E na equipe do Quilombo 1 uma boa surpresa está sendo preparada para sua torcida. No gol estará um atleta que é um velho conhecido da torcida divinopolitana, principalmente dos torcedores do Guarani. Um ex-atacante do Bugre, que vestiu a camisa alvirrubra em algumas temporadas a partir de 2015, e que neste ano estava jogando no União Luziense, de Santa Luzia, estará de volta aos campos de futebol da cidade. 

Trata-se de Diego Silva Gonzaga, 23 anos, que, mesmo não sendo titular no Guarani, era muito querido pelos torcedores, que sempre cobravam dos treinadores seu nome no time principal. Diego vai disputar o Campeonato Rural 2021 pelo time do Quilombo I, mas agora como goleiro. 

 

Caso de polícia

O fim de semana não foi dos melhores para os torcedores da comunidade do Quilombo, e não por causa do time, mas em razão de um vandalismo que se tornou caso de polícia. Na sexta-feira, 17, três adolescentes da comunidade cortaram a cerca que circunda o campo, que é de terra. Com um quadriciclo, fizeram manobras dentro das quatro linhas, esburacando totalmente o campo de futebol. Acionada pelo representante do time e responsável por cuidar do campo, a Polícia Militar compareceu ao local e só não efetuou a detenção dos infratores porque Marcelo Aparecido da Cunha – o representante do Quilombo e que foi quem acionou os militares –, intercedeu a favor deles, que se comprometeram a falar com seus pais para ajudar a reparar os estragos que fizeram no campo.

 

Comentários
×