Está de volta depois de dois anos de pandemia

CHORUS EXSULTATE VOCES

Está de volta depois de dois anos de pandemia

Depois de dois anos sem apresentações presenciais, o Chorus Exsultate Voces está de volta às atividades. 

O grupo, que é muito conhecido e respeitado em Divinópolis e região, realiza um trabalho encantador com uma linha voltada para o clássico, e vem consolidando sua identidade por meio de suas apresentações e concertos, firmando seu grande potencial artístico.

 

O Chorus Exsultate Voces, sob a regência do maestro Alaôr José Gonçalves, foi fundado no início de 1988 na cidade do Divino. Iniciou suas atividades com apenas 11 integrantes, ensaiando na Casa Paroquial do Santuário de Santo Antônio, espaço cedido pelo frei Hilário Meekes. O frei tem um papel importante na formação do grupo, pois foi ele, junto à Maria Gorete Batista dos Santos, ex-integrante do coral, que escolheu seu nome, cujo significado é “Coro de Vozes Exultantes”.

 

Ao longo de mais de 30 anos de existência, o Chorus já esteve em diferentes endereços e com várias parcerias que fizeram com que o grupo crescesse e se desenvolvesse artisticamente. O grupo já contou com o auxílio da professora Vânia Lovaglio, do Conservatório de Música da UFMG, que, em 1989, que ministrou aulas de técnica e trabalhos vocais, posteriormente, em 1991, com a professora Míriam Borges da Fundação Clóvis Salgado e em 2003, com o professor Marcos Higino. O grupo sempre busca aprimoramento e profissionalismo para suas apresentações.

 

Em 1996, instalou-se na sua atual sede, que fica no Edifício Costa Rangel, na sala 902. Hoje, o grupo conta com 50 integrantes divididos em quatro “naipes” vocais distintos. Alguns desses integrantes estão juntos desde a fundação.




O regente

 

Quem rege o Chorus Exsultate Voces  é o maestro Alaôr José Gonçalves, um divinopolitano que iniciou suas atividades musicais em 1973, como cantor do Coral Divinópolis, sob a direção de Djanira Luísa dos Santos.

O maestro tem uma história muito marcante na música. Alguns anos após entrar para coral, começou a estudar violão e posteriormente criou o grupo “Quatro Cantos” que recentemente gravou seu 1º álbum musical, comemorando 40 anos de existência. Nesse grupo o maestro desenvolve sua percepção para harmonizar vozes e instrumentos.

 

Já participou da Banda Municipal de Música de Divinópolis, na qual completou seus estudos de teoria e leitura musical e de técnicas de trombone.

Em 1984, mudou-se para Belo Horizonte para compor o Coral da Universidade Federal de Minas Gerais - ARS NOVA, sob a direção do maestro Carlos Alberto P. Fonseca, integrando o “naipe” dos baixos, sem interrupção do seu trabalho com o Coral Divinópolis como cantor, auxiliar de regência, violonista, ritmista e baixista.

 

Fiel ao estilo erudito, em 1988 deixa o Coral Divinópolis e funda Chorus Exsultate Voces, sendo deste então seu regente titular.

 

Alaôr foi a primeira pessoa a trazer ao público divinopolitano obras como o Requiem, Missa da Coroação e Missa do Orfanato de Mozart sendo, até os dias atuais, o estilo adotado.

 

Desde 2001 trabalha para a empresa Embaré – Indústrias Alimentícias S/A, localizada no município de Lagoa da Prata, como regente do coral inaugurado no dia 1o de maio de 2002.

 

Desde a fundação do Chorus, juntamente com outros integrantes, vem executando as funções de produtor e coordenador de todos os concertos e apresentações realizadas.

 

Para conhecer mais sobre o Chorus, acesse o Instagram @chorusexsultatevoces ou entre contato pelo WhatsApp do grupo: (37) 99958-0716





Comentários
×