Espino desiste e Ademir deve ser o novo vice-presidente da Câmara

Vereador do MDB será candidato único nas eleições para substituir Roger Viegas

 

Bruno Bueno

Ademir Silva (MDB) deve ser o novo vice-presidente da Câmara. A posição está vaga desde a renúncia de Roger Viegas (Republicanos) nesta semana. A eleição acontece nesta tarde.

Diego Espino (PSC)  também estava cotado para assumir o cargo, mas informou ao Agora na noite de ontem que desistiu da disputa. 

Mesmo com apenas um candidato, a escolha do novo representante será feita por meio de eleição, assim como determina o regimento. A votação para novo vice está marcada para às 15h. 

 

Renúncia

A saída de Roger Viegas da Mesa Diretora pegou muita gente de surpresa. O vereador, que está no seu segundo mandato consecutivo, parecia ter boa relação com os colegas. No entanto, conforme próprio relatou o parlamentar ao Agora, a articulação com alguns vereadores não estava fluindo.

— Descontentamento com alguns vereadores. Agora, estando fora da Mesa, evito qualquer tipo de contato. Fico feliz com o reconhecimento do trabalho que foi realizado — disse.

Roger continuou sua justificativa.

— Foi uma decisão pensada, até pra prezar por uma boa convivência na frente das pessoas. Infelizmente, nos bastidores, tem muita covardia — pontua.

 

Disputa

De acordo com informações de fontes ao Agora, assim que Viegas anunciou sua saída, Espino pediu o cargo ao presidente da Câmara, Eduardo Print Júnior (PSDB). No entanto, o vereador não sabia que era necessário uma nova eleição, o que teria abalado sua intenção.

Mesmo assim, outros parlamentares da Câmara apontavam como certa sua candidatura à vice-presidência. À reportagem, ele informou que não irá participar da disputa para o cargo.Em seu primeiro mandato, Espino também é pré-candidato a deputado federal pelo PSC.  

Ademir Silva emplaca seu segundo mandato consecutivo na Câmara. O parlamentar faz parte da bancada de oposição ao prefeito Gleidson Azevedo (PSC). Neste ano, foi responsável por denunciar supostas irregularidades em compras feitas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) em 2021. O caso está sendo investigado por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

 

Intenção

Além do vice-presidente, a Mesa Diretora da Câmara é composta pelo presidente Eduardo Print Júnior (PSDB); pelo 1º secretário, Zé Braz (PV); e pelo membro Israel da Farmácia (PDT). À reportagem, Ademir Silva explicou porque decidiu se candidatar.

— Estou tentando ajudar na condução da Câmara. O vereador Eduardo Print Júnior (PSDB) é meu amigo e tenho vontade de contribuir com ele e com nossa cidade — pontuou.

 

Eleição

A convocação para a eleição que vai eleger o novo vice-presidente da Câmara de Divinópolis foi oficializada na tarde de ontem em publicação no Diário Oficial dos Municípios Mineiros. 

Através da Portaria nº CM-080, assinada por Eduardo Print Júnior (PSDB), o documento detalha os trâmites de escolha.

— Os vereadores candidatos poderão formalizar a candidatura através de ofício protocolizado na Câmara Municipal de Divinópolis até duas horas antes da eleição — consta o inciso 2º do artigo 1º. 

A reportagem do Agora estará presente na eleição e traz todos os detalhes em suas plataformas digitais.

 

 

Comentários
×