Empresa abre 30 vagas para aprendiz industrial na cidade

Inscrições devem ser feitas presencialmente até o dia 7 de junho

 

Empresa abre 30 vagas para 

aprendiz industrial na cidade

Da Redação

A Gerdau, a maior empresa brasileira produtora de aço, está com 30 vagas abertas para a 2ª turma do curso profissionalizante de aprendiz industrial para a usina em Divinópolis. As oportunidades são exclusivas para mulheres e estão alinhadas com a agenda de promoção da diversidade feita pela empresa. As inscrições devem ser feitas presencialmente até o dia 7 de junho na Consult, na avenida 1º de junho, 200, sala 705, Centro. Para participar, a pessoa interessada precisa ter entre 17 e 22 anos e é necessário estar matriculado ou já ter concluído o ensino médio.

 

Aprendizado

A grade curricular do programa de aprendizagem será desenvolvida ao longo de um ano e meio. O início das aulas será em 18 de julho deste ano.  O conteúdo será dividido em 12 meses de teoria, ministrado entre 13h30 e 17h30 no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Os outros seis meses serão de conhecimentos práticos, ministrados na unidade Divinópolis. A Gerdau oferta salário, plano de saúde, plano odontológico, auxílio farmácia, vale transporte e, durante a parte prática, oferece alimentação na empresa.

Caroliny Ketlhen de Carvalho, 19 anos, aprendiz da turma de 2021, conta que o curso tem sido um processo muito importante para a sua evolução pessoal e profissional.

— Estou desenvolvendo competências e habilidades que, até então, eram desconhecidas por mim. O Aprendiz Industrial da Gerdau me ajuda cada vez mais a me tornar uma profissional mais qualificada — relata.

 

Diversidade

Segundo o Instituto Aço Brasil (IABr), em 2020, as mulheres representavam 10% da força de trabalho. Na usina da Gerdau em Divinópolis, o percentual de mulheres vem crescendo acima da média nacional da indústria do aço. Em 2018, equivaliam a 5,1% dos funcionários. Hoje, elas representam 17,8 % do total.

De acordo com a gerente de Pessoas da Gerdau Divinópolis, Karine Campos, a ideia é promover ainda mais a participação feminina na indústria.

— As oportunidades refletem o propósito da Gerdau de empoderar pessoas que constroem o futuro em busca de um ambiente inovador. Sem dúvida, iniciativas como o programa com foco em mulheres resultam na transformação cultural vivida pela empresa nos últimos anos. Em especial, as vagas para aprendizes têm o objetivo de formar uma mão de obra qualificada para as jovens empenhadas a ingressar em um seleto mercado de trabalho — afirma.

Comentários
×