Embarcação mais atingida em Capitólio tinha família de Montes Claros

Parente das vítimas revela que todos estavam na mesma lancha; número de mortos sobe para 7

Da Redação

As vítimas mais afetadas com o desabamento de uma rocha em Capitólio, Centro- Oeste de Minas, no início da tarde desta sábado, 8, estavam na lancha Jesus, atingida diretamente. Todas que morreram também estavam na embarcação.

Informações de uma jovem parente dos ocupantes, revelou à Rádio Itatiaia no fim da tarde, que as pessoas são da mesma família e moradores de Montes Claros, no Norte de Minas. A informação foi repassada à rádio por Natália Gonçalves Fonseca Lima, de 19 anos.

Ela revelou que a avó passou mal assim que soube da tragédia e precisou ser socorrida ao hospital.

Mensagens lamentando o acidente foram postadas nas redes sociais pela empresa de comunicação onde Natália trabalha em Montes Claros. O deputado federal delegado Marcelo Freitas, que também é da cidade, fez uma postagem em suas redes lamentando o desaparecimento.

 

Buscas

Pelo menos três pessoas continuam desaparecidas. O Corpo de Bombeiros suspendeu as buscas no início da noite e retomam os trabalhos na manhã deste domingo, 9.

No início da noite os corpos identificados foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Passos, região Sudoeste de Minas.

Um deles, um militar da reserva, sargento Sebastião Teixeira da Silva.

Comentários
×