Dos 21 mortos por covid neste ano, apenas quatro não eram vacinados

Ocupação de leitos segue alta; aberto cadastro para criança de 10 e 11 anos

 

Da Redação

A morte de mais três moradores por covid-19 foi informada ontem pela Prefeitura. Com isso, fevereiro chega a cinco óbitos pela doença, visto que um deles ocorreu em janeiro. A primeira vítima morreu no dia 30 do mês passado. O homem, de 83 anos, era portador de doença cardiovascular crônica e diabetes. 

A segunda, outro homem de 89 anos, era portador de hipertensão, diabetes e obesidade. A morte  foi neste domingo. 

A terceira, um homem de 42 anos, era portadora de um câncer de pulmão metastático, e morreu no sábado.

 

Cadastro

Desde ontem, às 18h, está aberto o cadastro para vacinação contra a covid-19 para crianças de 10 e 11 anos. O cadastro deve ser feito no site da Prefeitura (divinopolis.mg.gov.br) ou aplicativo APP Divinópolis.

A partir de hoje, a vacinação infantil é ampliada para as unidades de saúde Serra Verde, Nossa Senhora das Graças, Candidés, Tietê/São Roque e Nilda Barros.

— A Semusa lembra aos pais que, à medida em que a vacinação infantil avançar, a faixa etária será reduzida gradativamente. A nova estratégia foi adotada, neste momento, pelo fato de que o número de doses de vacinas que Divinópolis tem recebido do Governo Federal é muito inferior ao número de crianças a serem vacinadas na cidade — esclarece a Prefeitura.

 

Ocupação

Atualmente, 27 pessoas estão internadas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) entre os 41 leitos disponíveis na cidade para pacientes com covid-19, o que equivale a 65,8% de ocupação. Na última sexta, 4, a taxa era de 58,5%. 

Já no setor de enfermaria, 42 leitos estão ocupados entre os 71 totais do município, o que representa uma ocupação de 59,1%. Houve queda, visto que a porcentagem anterior era de 69,1%.

— Nas UTIs, o Complexo de Saúde São João de Deus registra 10 casos de covid-19, sendo seis pacientes no CTI adulto e quatro no CTI infantil da área atendida pelo SUS. No Hospital Santa Mônica, seis casos foram contabilizados no CTI adulto, além de um caso no CTI infantil. No Hospital São Judas Tadeu e no Hospital Santa Lúcia há cinco casos de covid-19 atualmente — detalhou a Semusa.

 

Vacinação

Ao Agora, a Prefeitura informou não ter um balanço sobre a relação entre internações e vacinados, mas apresentou os dados referentes às mortes. Como boa parte da população se vacinou, os óbitos nos últimos meses são de pessoas vacinadas, mas restringem-se às pessoas mais velhas e com comorbidades. Não há informações se as vítimas tomaram a dose de reforço.

Abril: 123 mortes / 26 vacinados

Maio: 87 mortes / 39 vacinados

Junho: 92 mortes / 54 vacinados

Julho: 43 mortes / 28 vacinados

Agosto: 34 mortes / 27 vacinados

Setembro: 33 mortes / 28 vacinados

Outubro: 16 mortes / 13 vacinados

Novembro: 6 mortes / 5 vacinados

Dezembro: 1 morte / 1 vacinado

Janeiro: 16 mortes / 15 vacinados 

Fevereiro: 5 mortes / 2 vacinados 

Não há informação sobre o estado de vacinação dos óbitos confirmados ontem.

Comentários
×