Divinópolis ultrapassa 40 mil casos de covid-19

Uma em cada seis pessoas na cidade já contraiu o vírus; 60 estão internados

 

 

Bruno Bueno

Divinópolis ultrapassou 40 mil casos confirmados de covid-19. A informação foi confirmada pela Prefeitura, por meio do boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa),  na tarde de ontem. 

Com os números, é possível dizer que um em cada seis divinopolitanos já contraiu o vírus desde o início da pandemia, em março de 2020.

Um em seis

O último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado no fim do ano passado, mostra que o município tem uma população estimada de 242.505 pessoas. 

Com 40.161 casos confirmados, sendo 17.688 casos em homens e 22.473 em mulheres, os números mostram que 16,5% da população — uma em cada seis pessoas — já contraiu a doença pelo menos uma vez.

Números

O boletim ainda mostra que o município ultrapassou 170 mil casos notificados, sendo 73.974 em homens e 96.031 em mulheres; 39.024 casos de recuperação foram contabilizados e 5.462 registros descartados. 

Cerca de 721 óbitos — 384 homens e 337 mulheres — foram registrados. 60 pacientes estão internados com suspeita de covid-19 no município. 39 estão na enfermaria, que tem 53,42% dos leitos preenchidos, e 11 no CTI, que tem 23,91%.

Comparativo

Em comparação ao dia 12 de junho, data do último boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura, o município registrou 1.135 notificações e 675 novos casos confirmados. Duas mortes, contabilizadas na terça-feira, também foram registradas. 

O número de casos descartados se manteve o mesmo, assim como os de recuperação.

Hospitais

O Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) tem um paciente internado no CTI adulto da área suplementar, além de quatro casos no CTI adulto na área atendida pelo SUS. O Hospital Santa Mônica registra um caso no CTI infantil. A UPA tem uma internação no CTI adulto. No Hospital Santa Lúcia são duas internações.

Em relação aos casos de enfermaria, foram registrados nove casos no Complexo de Saúde São João de Deus na área suplementar, além de cinco casos na enfermaria adulta da área atendida pelo SUS.

Nos demais hospitais, o São Judas Tadeu registra quatro internações em leitos de enfermaria. O Santa Mônica conta com sete casos na enfermaria adulta e dois casos na infantil. O Santa Lúcia tem nove registros. Na UPA, são três internações por covid-19 em suas enfermarias com a adição de um leito.

Mutirão

Para aumentar o número de vacinados e, consequentemente, diminuir o número de internações, a Semusa realiza neste sábado mais um mutirão de vacinação contra covid-19, influenza e outras vacinas. É necessário cartão de vacina e documento com foto.

Interessados devem procurar o Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC), na avenida Getúlio Vargas, nº 121, Centro, de 8h às 16h. Podem se imunizar contra a influenza todas as pessoas desde os seis meses de idade. A atualização do calendário vacinal de rotina também pode ser realizada.

A imunização contra covid-19 será realizada para pessoas que precisam receber a segunda dose de reforço (acima de 40 anos e todos os trabalhadores da saúde). É necessário um intervalo de 4 meses da última dose. 

Além disso, pessoas com 5 anos ou mais que ainda não receberam a vacina ou estão com doses em atraso ou com 12 anos ou mais aptas para tomar a primeira dose de reforço também devem procurar o mutirão.

Atualização

Em outra novidade sobre a saúde, o Executivo Municipal informou sobre a troca do número de telefone da unidade do bairro Porto Velho. Segundo a pasta, a mudança faz parte da modernização do sistema de telefonia.

— Essa modernização do Sistema de Telefonia do Município  (STM) visa um melhor atendimento à população, redução de gastos e maior agilidade aos servidores municipais nas suas rotinas diárias — explica.

O telefone da recepção agora é 3229-6095; da sala de acolhimento, 3229-6093; sala de odontologia, 3229-6094; e, consultório II, 3229-6096.

Comentários
×