Divinópolis segue com geração de empregos em alta

Segundo o Caged, este é o 6º mês com saldo positivo em contratações formais

Da Redação

Pelo 6º mês consecutivo, Divinópolis registra saldo positivo na geração de novos empregos formais, segundo dados do mês de julho do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência, divulgados nesta semana. Apenas no mês de janeiro o município encerrou o período com saldo negativo.

Desta vez, o saldo foi de 309 vagas preenchidos com carteira assinada. No mês foram registrados 2.996 admissões e 2.687 demissões. O setor com maior número de contratações foi o de serviços, assim como no mês anterior.

Foram 140 postos preenchidos em um total de 1.082 admissões e 942 desligamentos. Em seguida, a indústria também teve bom desempenho com 125 contratações e em terceiro lugar o comércio, com 23 e construção com o mesmo saldo.

 Saldo negativo

Apenas agropecuária teve saldo negativo, com -2 contratações formais. Foram 25 admissões e 27 desligamentos.

Acumulado do ano

Ainda conforme o Caged, Divinópolis registrou 19.995 admissões e 18.179 desligamentos nos seis primeiros meses de 2022. O saldo acumulado no ano é de 1.816 vagas de emprego abertas.

Minas Gerais

Minas teve um saldo de 19.060 empregos no período. Foram 206.810 admissões e 187.450 demissões. O setor mais promissor em julho foi o de serviços com saldo de 7.309 contratações.

Brasil

A economia brasileira criou 218,9 mil empregos com carteira assinada em julho deste ano. Ao todo, segundo o governo federal, foram registrados no período: 1,89 milhão de contratações e 1,67 milhão de demissões.

Metodologia

Os números do Caged são coletados das empresas e abarcam o setor privado com carteira assinada, enquanto que os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são obtidos por meio de pesquisa domiciliar e abrangem também o setor informal da economia.

 

 
Comentários
×