Divinópolis registra crescimento exponencial na economia, aponta índice estadual

Divinópolis obteve um crescimento de 37,04% em seu Valor Adicionado Fiscal (VAF), passando de 3,5 bilhões para 4,8 bilhões, sendo esse o maior crescimento em sua série histórica. É o que aponta a Resolução nº 5.645, de 29 de dezembro de 2022, publicada pela Secretaria de Fazenda de Minas Gerais.
 
O VAF é um importante indicador que revela a movimentação econômica das empresas do município. Ele é de fundamental importância para as finanças municipais, pois 25% das receitas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) são repassadas às prefeituras e o VAF representa o principal índice para definir as quantias de cota-parte deste imposto que serão transferidas.
 
Segundo o secretário de Fazenda, Gabriel Vivas, esse resultado é fruto de crescimentos das empresas do município nos diversos setores, conciliado com um trabalho de monitoramento realizado pela equipe de fiscalização da Prefeitura, que passou a utilizar tecnologias mais modernas para apurar os valores corretos devido a Divinópolis.
 
Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Luiz Ângelo, o resultado do crescimento do VAF demonstra a força da economia de Divinópolis.

— Esse crescimento demonstra a pujança da economia de Divinópolis, que é muito diversificada e tem demonstrado resultados muito positivos na geração de empregos, abertura de novas empresas e crescimento das empresas já instaladas — destacou.
 
Entenda o que é VAF
 
Valor Adicionado Fiscal é o resultado do movimento econômico de um determinado contribuinte em um exercício. O que se deve ter em mente, de uma forma mais genérica, o VAF seria a diferença apurada entre saídas de mercadorias e suas respectivas entradas.
 
O VAF dos municípios mineiros é apurado pela SEF/MG, com base na Declaração Anual do Movimento Econômico Fiscal (DAMEF), nas declarações prestadas à Receita Federal do Brasil pelos contribuintes optantes pelo Simples Nacional e nos documentos fiscais emitidos por produtores rurais.
 
A soma do VAF dos contribuintes de um determinado município forma o VAF municipal e a soma do VAF de todos os municípios formam o VAF do estado. Assim, ele é um indicador econômico-contábil utilizado pelos Estados para calcular o repasse da receita do ICMS aos municípios.

Comentários
×